Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



António José Seguro e António Costa vão disputar a liderança do partido socialista através de eleições primárias. O jornal PÚBLICO avança que, em caso de derrota, Seguro deverá demitir-se.

 

A disputa da liderança do PS, que, apesar de tudo ganhou as eleições europeias, está a dividir o partido.

 

No Alto Minho, na última semana, quatro dos seis autarcas eleitos pelo PS tomaram posição pública para apoiar António Costa. E fizeram-no como presidentes de Câmara. Assim o fez o autarca de Monção, Augusto Domingues; o de Paredes de Coura, Vitor Pereira; o de Ponte da Barca, Vassalo Abreu; e o de Caminha, Miguel Alves.

 

O apoio do autarca a António Costa caiu mal na concelhia socialista, que não foi consultada sobre o assunto. 

 

Miguel Alves, que também é o presidente daquele órgão socialista, tomou posição pública de apoio a António Costa como presidente da Câmara de Caminha. Dentro do executivo camarário há outros socialistas que apoiam a outra facção, a de Seguro, e, por isso, a concelhia vai reunir-se de urgência esta noite para debater o problema.

 

Rui Teixeira, militante socialista e vereador na Câmara de Caminha, promete reagir

publicamente na terça-feira. À Rádio Caminha já antecipou o desconforto com a atitude do presidente da Câmara e líder da Comissão Política concelhia do PS de Caminha.


Na semana passada, a Rádio Caminha recebeu, via email, um comunicado com o símbolo do Partido Socialista e com o título “Presidentes das Câmaras Municipais de Ponte da Barca, Monção, Caminha e Paredes de Coura defendem a convocação urgente de um congresso extraordinário”. O comunicado é assinado pelos quatro, com a designação, por debaixo do nome, de presidente da Câmara.

 

O comunicado é verídico, mas agora, Miguel Alves, presidente da Câmara de Caminha, um dos quatro autarcas socialistas do Alto Minho que assinou o documento, nega que o tenha feito como presidente de Câmara. Nega o que está escrito, mesmo estando escrito.

 

Esta noite, a concelhia do PS de Caminha vai reunir-se para, entre outras coisas, analisar e debater a tomada pública de posição do presidente da Câmara de Caminha apoiando a candidatura de António Costa à liderança do PS. 

Quem também já veio a público manifestar “incredulidade” pela tomada de posição dos presidentes de Câmara foi um dos dirigentes nacionais do PS. Nuno Silva é um político caminhense, irmão do vereador Rui Teixeira e dirigente nacional do Partido Socialista, que está ligado à liderança de António José Seguro.

 

Retirado do Caminhense online

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:23


26 comentários

De VPA a 05.06.2014 às 18:06

Finalmente assumiram-se!!! hihihi

Já não era sem tempo, pelo conteudo todos chegamos lá logo no 1º dia!!! O laranja fica tão lindo hihihihi

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2014

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D