Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A percentagem de credores (reclamando um total de 40 milhões de euros de dívidas) favoráveis à aprovação de um plano de viabilização gizado pelo administrador da insolvência desta empresa de obras públicas, não foi suficiente para a salvar.

A maioria dos cerca de 200 trabalhadores (credores de cinco milhões de euros), BES (credor de 44% da dívida), a Segurança Social e outras entidades optaram pela venda da massa falida e recebimento de activos da empresa, nomeadamente o respeitante a pagamentos de obras públicas em que a empresa era especialista.

A insolvência acabaria por ser decretada há pouco ais de um ano, mas o obra no Portinho, a cargo do Estado, prosseguiu, estado prevista a sua conclusão até final deste ano.

 

Situação mais complicada poderá advir da empreitada de instalação da rede de saneamento a sul de Vila Praia de Âncora, Vile e Riba d'Âncora, adjudicada a esta empresa pela Câmara de Caminha, e cujos trabalhos finais apontavam para o terceiro trimestre do próximo ano.

E como será em Janeiro que o processo de conclusão de encerramento da empresa terá de ficar concluído, podendo, a partir daí, começar a ser pagos os créditos, esta última obra deverá merecer um reexame atento por parte do município.

Preocupante é a forma como o espaço onde labora a pedreira, a norte de Vila Praia de Âncora, que irá perdurar no tempo como uma ferida aberta na paisagem.

Estará previsto algum tipo de recuperação paisagista? Teremos uma posição enérgica da Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora na defesa dos interesses locais ou continuará a ser feita vista grossa como até agora?


Texto parcialmente extraido do semanário digital Caminha2000

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:02


11 comentários

De Leu a 04.11.2012 às 17:05

Mas a JF de Vila Praia de âncora alguma vez se preocupou com os interesses locais? ia ser agora!
O Marques anda aflito mas é por causa da lista para a câmara e não perdeu ainda as esperanças. O Humberto quer ser número dois porque está convencido que é desta que passa a número 1 com a saída de cena do Flamiano, que vai desta para pior quando for constituido novamente arguido e acusado.
Vêm aí mais surpresas para este indivíduo e o Zé das Vacas já pode pensar em que sitio quer ir bater com os costados, mas eu proponho a cadeia de Santa Cruz do Bispo porque sempre é uma quinta e pode dedicar-se à agricultura.
A Taxa e a filha do João Silva vão arrancar os cabelos uma à outra pelo lugarzinho na lista também. O governo não tarda acaba com a Ancorensis e as duas vão para a rua.
Eu cá acho que não vale a pena andarem todos às turras por causa da lista porque vão todos com o raio que os parta, porque o povo de Âncora e do concelho em geral já viu o que move esta cambada.
Alguém viu algum destes cromos defender Vila Praia de Âncora, a paisagem, o ambiente?
A pedreira deu cabo de várias casas e agora fica como um cemitério.

De Anónimo a 26.11.2012 às 14:34

Deixe lá que o senhor também me saiu cá um cromo defensor dos interesses de VPA. Consegue misturar aspirações políticas com a possibilidade de fecho de uma instituição. Instituição essa que até há bem poucpo tempo era a segunda maior entidade empregadora do concelho. Pelo menos seja um cromo sensato. O que parece ser pedir de mais. A Ancorensis teve a infelicidade de ter que despedir muita gente, fruto da conjuntura económicae fruto da mudança de direção, mas cumpriu com todos os seus deveres para com os trabalhadores e não reduziu o salário aos que ficaram, ao contrário de algumas entidades empregadoras do concelho. Não misturem instituições válidas a quem o concelho muito deve com politiquices. E, já agora, se quer opinião o PSD com um pouco de sorte tem lugar para as duas, com a quantidade de arguidos que ainda vão surgir....

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D