Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O jornalista Manso Preto foi atropelado na sexta feira, dia 27 de Setembro, por um funcionário da Câmara Municipal de Caminha, ao volante de uma camioneta do município. Tudo aconteceu numa entrada lateral do pavilhão municipal de Vila Praia de Âncora, do lado das piscinas municipais, quando funcionários da Câmara e outras pessoas procediam à preparação do comício do PSD agendado para as 19 horas deste dia.


 

O incidente aconteceu cerca das 16h50. O jornalista Manso Preto tentava recolher fotografias dos trabalhos, no exterior do pavilhão, onde se encontravam várias viaturas do município. Paulo Bouças entrou para a cabine da camioneta e fez marcha-atrás repentinamente, atropelando o jornalista, que em consequência da pancada foi atirado pela ladeira abaixo, de uma altura de cerca de dez metros, tendo ficado ferido. A máquina fotográfica que utilizava ficou partida.


 

Paulo Bouças, que é cunhado do chefe de gabinete da presidente da Câmara, João Silva, e funcionário municipal, abandonou o local, entrando no pavilhão, sem socorrer a vítima. Foi uma outra pessoa, um jovem, presumivelmente outro familiar de Bouças, quem tentou socorrer o jornalista. Testemunhas no local chamaram entretanto a GNR, através do número nacional de emergência.


Os agentes lavraram o correspondente auto. No local compareceu também a mulher do chefe de gabinete e irmã de Bouças, e o próprio João Silva um pouco mais tarde.

Encontrava-se também no pavilhão o adjunto de Júlia Paula e funcionário da Câmara, Marcos Christi Fernandes.


Segundo apurámos, a manobra executada pela camioneta aconteceu num local vedado à circulação automóvel, ou seja, a viatura não podia sequer circular naquele espaço. No auto foi identificado o autor do atropelamento e as duas testemunhas.

A camioneta tinha entretanto sido retirada do local, antes da chegada dos agentes, o que não agradou à polícia. Segundo informações recolhidas, o pesado foi levado pelo funcionário do município Lauriano de Sousa, conhecido por Lano.


Não conseguimos saber em que qualidade se encontrava o autor do atropelamento no local. O funcionário em causa tem participado ativamente na campanha eleitoral do PSD. Caso esteja de férias não podia estar a conduzir viaturas do município.

Trata-se, ao que conseguimos saber, de uma camioneta de caixa aberta. A viatura tem cabine beije, identificada com o logotipo do município de Caminha e com a matrícula QP-71-34.

O jornalista não quis ser transportado para o hospital por ambulância, mas recorreu a tratamento médico mais tarde.

Segundo nos revelou, logo que possível, Manso Preto irá apresentar uma queixa por tentativa de homicídio.


Notícia retirada do semanário digital caminha2000

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12


4 comentários

De Aguia a 04.10.2013 às 11:36

Companheiros,

Sou democrata e não aceito perseguições nem castigos. O que o Miguel Alves tem de fazer, e estou certo de que irá por esse caminho, é pôr os funcionários da Câmara a trabalhar, de acordo com o que ganham e com as funções para as quais foram contratados.
Agora não podemos esquecer uma coisa:
A Júlia Paula disse, e ficou registado, que os políticos que meteu na Câmara sairiam com ela. É o caso do Domingos Lopes, Marcos Fernandes, João Silva e outros. Os dois primeiros meteu-os no quadro da Câmara com altos ordenados. Era bom que eles tivessem a iniciativa de ir embora, assim como o Paulo Marinho e a irmã Ivone Marinho, a Angelina, a Ana Lourenço, Paula Dias, Paula Araújo etc.
Estas pessoas não são funcionários públicos, são funcionários políticos e comportaram-se sempre como tal. Dentro e fora da Câmara. Se não tiverem o bom senso de sair, a receita do “trabalho” deve ser suficiente para os pôr fora, porque são todos incompetentes e incapazes. Alguns estão sob investigação “reforçada” da Polícia Judiciária, casos da Ana Lourenço, Paula Dias, Marcos Fernandes e todos os outros que, embora sem assumirem grandes apoios ao Flamiano Martins, entraram através de concursos fraudulentos, com “prognósticos”. Há mais trabalho desenvolvido neste dossiê do que se pensa.
O novo Presidente da Câmara Municipal de Caminha nem tem de se preocupar com esta gente, para já é só dar-lhes trabalho e não permitir que passem os dias no Facebook, nos cochichos e na intriga, enquanto estão a ser pagos para trabalhar.
Viva a Liberdade.

De Paula Araújo a 05.10.2013 às 11:50

Sr. Águia, um bom dia para o Sr., em primeiro fiquei estupefacta com o meu nome ser referido, para que eu me demitisse da Câmara.
Informo o Sr. que tenho 50 anos e um longo percurso de vida que me deu grandes lições.
Não trabalhei sempre na função pública, trabalhava num despachante em Valença, Joaquim da Costa Carita e posso dizer-lhe que tenho uma carta escrita pela entidade patronal a dizer que sempre fui boa funcionária, fiquei no desemprego não por não saber trabalhar , mas sim porque a alfandega em Valença fechou (espero que o Sr. saiba deste marco da história), entrei para a Câmara, não vou negar que foi por um pedido, (mas diga-me quantas pessoas não entram para os seus empregos com um pedido, seja de que partido forem). Julgo, mas não quero ser presunçosa, que sou uma boa funcionária , atendo e tento resolver todos os problemas do munícipes no mais curto espaço de tempo. Não sou nem nunca fui um bufo, e os meus colegas podem informa-lo disso, sempre tive um bom relacionamento com todos,, do que me orgulho bastante. Se nestas eleições apoiei o Flamiano Martins, foi porque é uma pessoa que eu conheço bem, pois trabalho directamente com ele à vários anos e sempre achei que era uma pessoa pura, sincera, trabalhadora, etc.
Se me perguntar se eu neste momento faria tudo igual, respondo sem olhar para trás que sim.
Mas não quer dizer que depois de conhecer o Sr. . Miguel Alves, a sua equipa e o seu trabalho não venha a ter a mesma consideração, porque a mim nunca ninguém me viu com uma bandeira seja de que partido for na mão, os meus princípios são acreditar em pessoas e nas suas ideias e carater.
Demitir-me porquê porque penso diferente do Sr.? Isso foi antes do 25 de Abril que eu vivi com muito orgulho.
Os meus cumprimentos,

De Funcionario da CM a 06.10.2013 às 03:24

Hi hi hi Só quem não conhece a ' peça '! É de rir como agora todos se recolhem à caserna. Quem vem a seguir?!
Se tivessem vergonha ...
Alguma vez esta senhora merece credibilidade?

De Paula Araújo a 06.10.2013 às 18:31

Sr.(a) funcionario(a) da Câmara faça-me um favor e quando passar por mim diga-me na cara que não tenho credibilidade, para eu poder saber se por acaso não se está a ver ao espelho.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D