Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Encontra-se em apreciação na Câmara de Caminha um estudo prévio para a instalação de uma grande superfície comercial a norte de Vila Praia de Âncora, junto à rotunda da Sandia. Este projecto originou reacções diversas. De um lado estão os comerciantes e empresários locais que temem a concorrência desta nova superfície e do outro lado estão aqueles que procuram uma oportunidade de emprego, neste Concelho que se habituou a ver fecharem fábricas e soluções de desenvolvimento.

 

Aplaudido por uns, criticado por outros, o presidente da Câmara de Caminha apresenta-se firme e convicto de que fez a opção certa, ao trazer para o concelho um investimento que iria escapar para Norte ou para Sul. Miguel Alves garantiu que a SONAE estava determinada a fazer o investimento de 6,5 milhões de euros e que o faria noutro concelho, Cerveira ou Viana, criaria emprego noutro lado, sem que os consumidores fossem impedidos de se deslocar, como aliás já acontece com a unidade Pingo Doce, em Cerveira ou Continente em Viana.

Assim sendo, na Sandia vai nascer uma unidade Continente, do segmento Bom Dia, e acredita o presidente, uma nova centralidade, com mais emprego e mais dinamismo. O presidente da Câmara Municipal de Caminha diz que há uma campanha de desinformação, para confundir as pessoas, mas não a teme.

 

Pelo que conseguimos apurar esta unidade terá uma área bruta de construção de 2.700 metros quadrados, estacionamento para 150 automóveis, uma para farmácia e uma cafetaria. A SONAE prevê criar 85 postos de trabalho direto e a abertura será no início do mês de Julho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:19


29 comentários

De funcionário municipal a 06.03.2014 às 01:03

Acho graça ao Marito. Vir falar de conluios com empresas, logo ele que tem o rabo preso por todos os lados: então o compadrio com o Armindo Afonso: passo a explicar: abria-se concurso para o empreiteiro do regime ganhar. Depois tirava-se ao projecto umas partes e "poupava-se" nas despesas. O técnico Pedro engenhocas assinava por baixo a alteração ao projecto e vereador despachava favoravelmente as alterações. Flamiano e Júlia assobiavam para o lado e as obras ficavam incompletas e sem relação com o projectado.
Vão ver o Morber, as obras nos pavilhões, as obras no canil e por aí fora: qualquer semelhança entre o projecto e o executado e pura coincidência.
E o que faziam ao dinheiro. Pois, ha quem tenha a mulher em casa, sustente a família e conduza Volvos, Mercedes etc. Mais não sei. Perguntem a PJ.
Grandes hipócritas.
Agora ainda vão para as reuniões dizer que os funcionários, os serviços, e que lhes davam as informações erradas e por isso eles violavam a lei. So a bofetada.

De Spinola a 05.03.2014 às 22:21

Ficamos a saber nós e a Julia Paula que o Vice Presidente que ela demitiu ganhou o processo em tribunal e a Câmara teve que lhe pagar tudo, imaginem que ela telefonou-lhe logo para o convidar para jantar é claro que ele como cavalheiro que é vai ter de pagar e desta vez vai ter de ser ele a convidá-la a ir ao brasil.
Já agora Sr. Engenheiro se depois lhe sobrar algum eurito aproveite e abra conta no Bic era essa a ideia dela quando o depediu.......( sempre rende alguns objectivos para o marido da julia)
Fica-lhe bem um gesto de reconhecimento

De dumba a 05.03.2014 às 22:08

Gostei de ver a Julia Paula na Assembleia Municipal a defender a" honra" e a fazer "exercício" de ludibriar os assistentes ela é mesmo boa no que toca encenação
Imaginem que até conseguiu sair em defesa do Mário Patricio(como se alguém que tivesse ali fosse analfabeto ou anormal e acreditasse no que eles estavam a dizer)
Imaginem que até conseguiu passar o hónus da má informação financeira para a chefe de secção da contabilidade
Imaginem que até disse que estava ali para ajudar( o ar era mesmo angelical)
imaginem que só não teve coragem foi de ir sem guarda costas para a assembleia( eles como bons profissionais ficaram à porta a guardar.... a dama .......)

De petra a 05.03.2014 às 21:44

Por acaso tem alguma piada Mario Patricio não se lembrar que aprovou uma informação previa para uma grande superfície de 5.000m2, ele que até tem tão boa memória.
Mas é capaz de estar a dizer a verdade ter-se mesmo esquecido porque era mesmo para esquecer uma vez que o negócio não se concretizou ele não recebeu a comissão que lhe tinham prometido ´´e mesmo caso para esquecer, eu diria mesmo frustrante!!!!!!!!
Agora não julgue os outros à sua semelhança não são todos iguais ainda há GENTE SÈRIA e INCORRUPTIVEL.......

De Anónimo a 01.03.2014 às 02:11

hui

De Anónimo a 27.02.2014 às 23:35

acho uma piada.....votei psd e se fosse hoje voltava na mesma!acho muito bem haver concorrência na vila!os comerciantes que se esforçem mais!quem sai a ganhar é a população,tem muito mais oferta!!!!o sr do inter,arrogante,mal encarado tem na sua superfície comercial com pouca coisa competitiva,a carne,os legumes e pouco mais!!!ajuda as associações há 18 anos????só se for os bombeiros( não faz mais que a sua obrigação)e uns tostoes em patrocínios!!!quando decidiu abrir também se preocupou com o pequeno comércio!!!!??????!e agora vem cheio de moral,de bom patrão tem muito a desejar!!!!!se os comerciantes se procurassem mais em abrir a horas,em não estacionar os seus veículos na porta do próprio comércio (queixam se do estacionamento mas o carro dos comerciantes está estacionado na porta em toda a rua 5 de outubro e 31 de janeiro)em ser amaveis mas principalmente em não chularem os clientes!quantos comerciantes foram há última reunião?e às anteriores quantos foram????

De Maria do Mar a 27.02.2014 às 18:44

IINCRIVEL é como classifico um senhor que é dono de uma superfície comercial em Valença vir defender o comércio local com tanta convicção. Será que ele faz compras no comércio de Vila Praia de Âncora?? A intervenção que fez pondo em causa tudo e todos faz pensar que ou está com interesse em algum negócio, talvez relacionado com a Camipão ou então estará a defender o colega dono do Inter de V. P. Âncora?

De Águia a 26.02.2014 às 23:16

Anda pra aí 1comunicado cobarde e nojento que e como se estivesse assinado. Senhor JS tenha vergonha que a sua prosa e inconfundível. Esta velho e não presta mesmo pra nada nem como actor.
E muito baixo, mas não surpreende.

De Marta a 27.02.2014 às 20:09

Esse comunicado cheira-me a peixeiro. Lol
Ainda não engoliram a derrota. Hi, hi, hi

De rapeuco a 27.02.2014 às 20:42

esse rato do moinho cobarde inscreveu-se para falar mas nao apareceu!!ficou á espreita na janela!!MAFIOSO COM AS LETRAS TODAS! falso,fraco,oportunista,lambao........claro que isso do comunicado é baixo e profundamente chocante!! prendam-se o senhor k fiz isso!!de certeza k vai para o pildra por causa de outros casos e pode ser que esteja mais uns mesitos por causa do k fez!!! é um cão que nao conheçe o dono!!!! quanto mais conheços as pessoas mais gosto dos caes!!!!

De Dragon a 26.02.2014 às 22:51

Então o rato do João Silva mostrou quanto e cobarde e não teve tom.... Para entrar na Casa do Orfeão?
Foi pena porque podia ter visto a figura dos compunhas, principalmente o Patrício que parecia perturbado, para não dizer pior, mesmo antes do presidente o por no sítio, na merd... E lhe dizer o que vale com todas as letras.

De Funcionário 1 a 27.02.2014 às 15:39

E as crias fizeram o memso, seguiram o exemplo do cobarde do João Silva, do cobarde 2 do Rui Taxa e da cobarde da Júlia Paula.
O Jorge Silvinha e o João Taxinhas meteram o rabo entre as pernas e a viola ao saco e sairam de fininho sem botar faladura. A outra fulana não ousa aparecer na Assembleia nem anda na rua.
Coitados, cambada de mentirosos e de cobardes. Será que têm coragem para fazer comunicados a desoras?

De funcionário CMC a 27.02.2014 às 19:24

Quem tem cu tem medo. Ouvi dizer que a filha do João Silva foi despedida da Ancorensis. E verdade gente?

De Golfinhos a 27.02.2014 às 20:11

São todos uns cobradoras. E so garganta. Coitados dos comerciantes, juntarem-se a semelhante corja. O presidente que lhes ponha os patins de vez. Rua com a ordinarice

De Luzia a 27.02.2014 às 23:08

O gajo ficou no carro com medo de levar uma coca... Mas dos comerciantes, que não alinham em jogos sujos como o da madrugada. Vocês tem razão, e a hora das pragas.

De Vilar a 25.02.2014 às 22:14

Parece-me que temos aqui de cumprimentar e apoiar a postura tida até aqui pelos presidentes de junta, tanto de Vila Praia de Âncora como de Caminha.
É uma postura correta, de visão de futuro, desempoeirada e demarcadora dos velhos do Restelo de que estamos fartos, para não usar outros títulos.
Acredito que o presidente de VPA esteja a ser pressionado pelo J Silva, Professor Flamiano e os outros que já sabeis quem são.
Acredito que o Sr. Carlos Castro, muito embora as pressões de que está e vai ser alvo tenha uma postura digna de um presidente de junta do século que atravessamos.
Não vai hesitar.
Se quiser ainda mais força e ainda mais confiança, ponha os olhos em quem em si deposita esperança e confiança.
Não esqueça que o futuro desta vila está em si e em quem em si confia. Está-nos a surpreender pela positiva. Não olhe para trás nem para aqueles que querem mais um instrumento de vingança. Acredite na confiança que em si estão a depositar, tanto os seus fregueses como o executivo municipal. Só o desenvolvimento, que até aqui foi castrado por interesses pessoais, deve ser atendido e promovido. Força e não se deixem intimidar pelos falantes que vão comparecer na reunião de câmara na sede do Orfeão.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D