Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O PSD tem manifestado posições dúbias sobre o que realmente pensa sobre o empreendimento da Sonae para zona da Sandia, em Vila Praia de Âncora. Uns são frontalmente contra, alguns apenas não gostam do local, enquanto que outros rejeitam a marca Continente.

O vereador Mário Patrício, um dos políticos mais acidamente crítico do empreendimento da Sonae, foi um dos protagonistas da reuniãode Câmara descentralizada em Vila Praia de Âncora, tal como na recente sessão da Assembleia Municipal (AM).

Ao referir que o PSD e o executivo que integrou sempre recusaram este tipo de superfícies comerciais, permitiu na altura (em VPÂncora) ao actual presidente Miguel Alves avivar-lhe a memória (Miguel Alves lamentou mesmo a sua amnésia), recordando-lhe que ele tinha deferido em 2010 uma superfície comercial com 20.000 m2.

Mário Patrício dera anuência a um pedido de visto prévio apresentado em 2009 pelo proprietário de terrenos no lado contrário da Estrada Nacional 13 onde se situa o Intermarché, na freguesia de Âncora.

Curiosamente, o intermediário de então no negócio ("Tredare") é o mesmo da Sonae no projeto para Vila Praia de Âncora, embora Mário Patrício tivesse dito que desconhecia essa firma.

O assunto voltou a ter desenvolvimento na AM, quando Miguel Alves evidenciou a dualidade de critérios de Mário Patrício e do Executivo do PSD que incluiu durante quatro anos.

Exibindo documentação de 2009/10, Miguel Alves aproveitou para rejeitar as críticas de que estaria a preparar a aprovação da superfície da Sonae em segredo.

Referiu que logo que o pedido de visto prévio da Sonae entrou na câmara na manhã do dia 20 de Fevereiro, convocou para o final da tarde desse dia o presidente da Junta de Freguesia de Vila Praia de Âncora e o Movimento de Empresários e Comerciantes do Concelho de Caminha, a fim de lhes comunicar esse facto, tendo debatido logo ali as consequências da concretização desse projeto de 6,5 milhões de euros de investimento.

Miguel Alves comparou a sua atitude com a do Executivo social-democrata presidido por Júlia Paula (apresentou-se pela primeira vez na AM, como deputada municipal), o qual permaneceu em silêncio absoluto durante toda a avaliação técnica do projeto ("meses em segredo", anotou Miguel Alves) e só agora despoletado por terem perdido as rédeas do poder.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41


17 comentários

De Maninho a 11.03.2014 às 00:02

Dantes havia o monólogo do vaqueiro, agora no nosso concelho há uma espécie de dueto de porqueiros.
Passo a explicar:
A Cepa publica no jornal da laranjada uns escritos torcidos. Dá-lhes umas voltas e depois o resto da trupe posta no facebook. Ele é Rui Taxa, ele é Flamiano, ele é PSD, ele é JSD, ele é aquele cromo do Luciano – eu diria que é mais Júlia e ninhada do que outra coisa, aqueles dois filhotes de onça, até o do Rio de Janeiro posta.
É assim que querem fazer oposição? Não vão ao médico – falo a sério, porque o dotor Taxa anda marado. Eu sou generoso e por isso metia-os todos num avião, só com bilhete de ida para o Rio de Janeiro. E se a Cãmara não pagar desta vez façam um peditório.
Ou então sejam mais criativos. Disseram-me que o Miguel Alves e a Câmara pagam mais de três mil euros/mês para este caldinho – será? Vira o disco e toca o mesmo? Andam assim tão distraídos e não têm pessoal que chegue para ler aquela pasquinada, mais vale contratarem mais um assessor – ao menos acaba esta tragicomédia e deixamos de ser a charada do distrito.

De Merdeiro a 10.03.2014 às 19:21

Houve gorjeta na construção da bancada e da relva do estádio Morber ???Pergunto eu -quem mamou?-

De JL a 08.03.2014 às 00:05

O Mário Patrício anda com cara de quem foi atropelado por um camião porque sabe que vai ser o primeiro a ir dentro.
A diferença para o Flamiano e que este so suspeita das razoes porque vai fazer companhia ao primeiro.
A Júlia Paula sabe de tudo, mas também sabe que quem se atravessou com as assinaturas foi o segundo.
O JoaoInho também sabe de tudo, mas sabe quentinha assinou nada o que, cá para nos, não vai chegar para ficar de fora.
Aqueles catraios dos prognósticos vão levar um apertão e um valente empurrão.
os tipos que vieram. De Barcelos, Monção, Viana e por aí adiante, que não votaram nos outros, ficam a rir-se dos outros todos, pelo menos por enquanto.
O Paulo Marinho e que anda tristonho, porque sem saber ler nem escrever, levava os bolsos pesados, com mais de 2.500 euros. A mana ainda leva quase 3.ooo e o Lopes bater a escala. Agora o problema e que viajam a expensas próprias, porque depois da PJ deixaram de levar os carros da Câmara para Barcelos e Viana.
Enfim percebe-se o desespero do grupelho e depois os comerciantes e que pagam o pataco, são joguetes, mas parece que a coisa não esta para durar. A pagina dos que não querem o Continente e uma lastima e ninguém lime aquilo - será que os comerciantes já abriram os olhos?

De Joel a 10.03.2014 às 23:46

Mas esse cromo ainda não se demitiu? Poupem-me.

De Lopes a 07.03.2014 às 20:55

E so podridão a vir ao de cima. E como dizem: a verdade pode tardar mas acaba por triunfar sobre as mentiras.
São uns hipócritas.

De Anónimo a 07.03.2014 às 11:52

O que pergunto é o seguinte: houve alguma consulta ao empresários de Viana quando o Sr Vila Chã foi instalar-se a Carreço? E quando se instalou em VPA, foram à biandota ou ao brás? E quando licenciaram o hotel no centro de caminha, perguntaram alguma coisa no Hotel Meira ou no Portas do Sol? E quando licenciaram o Restaurante Muralhas foram ao remo, ao solar do pescado ou ao primavera? e agora se algum de nós quiser fazer uma casa, a CM vai perguntar primeiro ao João Rodrigues o que pensa? E se ele disser que em caminha já há muitas casas à venda? E já agora!!! o Sr Vila Chã de onde é antes de cá enriquecer? visto tudo isto, toda esta gente até deve pensar que o Miguel Alves deveria ter perguntado ao anterior executivo o achavam eles da sua candidatura à CM.

De Anónimo a 07.03.2014 às 11:34

O problema não era a concorrência ao intermarché o importante era vender o terreno ao Sr Vasco e senão é ver as declarações da Liliana da Julia do Dr Rui e de toda a equipa psd caminha não estão contra apenas o local é que não está bem

De Anónimo a 07.03.2014 às 11:29

Afinal tanta conversa e ... era o que era para vender vasinhos eh eh

De António a 06.03.2014 às 23:45

E indiscritível a maneira como oPSD mais xinga ainda controla o pasquim da cepa torta. Ii,afinação não falta para distorcer a realidade esconder as notícias. Cepa e Júlia cochicham as escondidas. Será que a torneira via empreiteiros ainda pinga?
Esse jornaleiro e desprezível. Senhor presidente, agora e que se impõe cortar relações com. O pasquim das mentiras. alguém me diz para onde me posso queixar da verborreia que o pasquim destila a fazer de conta que diz notícias?
Pobres antepassados que devem andar as voltas na cova.

De Joça a 06.03.2014 às 22:37

Acabei de ouvir o senhor presidente na Afifense. Grande homem este que da a cara ao contrario dos cobardes e mentirosos. Gostei particularmente do conselho ao Paticio, Flamiano e Liliana - olhem, vão ao comercio tradicional e comprem sabão macaco - depois lavem a boca bem lavada com ele.
Parabéns pelas conquistas e pela coragem.
Os cães ladram mas a caravana passa.

De Ancorense a 06.03.2014 às 20:45

A pouco e pouco as verdades vão aparecendo. O engraçado é ouvir o Patrício a justificar-se dizendo que aquele espaço, com aquela dimensão, seria ou poderia ser para fazer casamentos e batizados!!
Tenha vergonha senhor e nem fale que cada vez que o faz enterra-se mais um bocado!
Em Vila Praia de âncora ainda há quem defenda esta gente, este homem que como se viu não pode dizer que não foi ele, aliás como tem dito o colega, pois está lá a prova a assinatura dele com todas as letras. O estranho é que o Dr. Rui não o veio defender como tem vindo atacar o executivo atual, fazendo um discurso dramático como o que fez na última Assembleia Municipal, mas agora em defesa de um vereador eleito pelo partido que tanto apoia!

De Funcionário da CMC a 06.03.2014 às 22:43

Esse Taxa não tem vergonha. Quem defende trafulhas, mentirosos e arguidos (sem ser advogado) e igual a eles. Mas para cumulo anda desbragado, não sabe o que diz e ainda não percebeu que as coisas mudaram e que o filhinho dele como os do João Silva vão ter de procurar mamas noutro lado. Na Câmara a mama secou. temos pena!

De Tino a 06.03.2014 às 23:38

O Patrício e a vergonha dos PSD. Já não bastavam as negociatas mal disfarçadas com o empreiteiro Rui Afonso. Descaramento e poucos escrúpulos já lhe conhecíamos, mas isto agora e degradante. Se ele não sai do PSD ponham-no na rua.
O PSD merece melhor e todos teríamos a ganhar com uma oposição que nau se pautasse pela degradação moral e de caracter, que não fosse perseguida pela Policia Judiciaria.
Não ha gente honesta no PSD concelho? Ha certamente, mas onde estão. Não deixem estas panelinhas tomar conta do nosso partido. Basta de Julias fadistas da desgraça e da mentira, de cobardes, de Flamianos e agora desta vergonha do Patrício. O João Silva não larga o tacho e agora quer mandar através da filha Liliana, que não passa de uma malcriada e de uma leva-recados.
Por favor, vamos dar a volta a esta miséria, senão daqui a 4 anos vamos ter um resultado residual, a medida da vergonha actual.
Vamos la minha gente,apareçam e acabem. Com o lamaçal dos silvas,costas,BPNs e empreiteiros.
Estão a espera que a PJ deite a mão de vez a estes cromos negros. Aí já pode ser tarde para o partidose levantar.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D