Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Responsáveis da Agência Portuguesa do Ambiente (ex-Ministério do Ambiente) visitaram na tarde de hoje a situação crítica na Duna dos Caldeirões, após a ruptura do cordão dunar por acção do mar.

Na margem esquerda do rio Âncora, junto ao campo de futebol do Âncora-Praia Futebol Clube ameaçado pelas ondas que invadem este curso de água, Miguel Alves, presidente do município caminhense fez o ponto da situação perante os responsáveis e técnicos (entre os que se encontrava o especialista Veloso Gomes) da APA.

Após caracterização das alterações verificadas desde há duas semanas neste ponto da costa ancorense, decorreu uma reunião na Câmara Municipal de Caminha, na qual foram delineados os planos de intervenção a curto e médio prazo.

No imediato (nos próximos dias), será defendida a margem do rio Âncora junto ao lado norte do muro de vedação do campo de jogos "Paulino Velho Gomes", e reaberta a foz do rio Âncora em frente da Av. Ramos Pereira, a qual se encontra obstruída pela areia transportada pelo mar e pela alteração do curso do Âncora que desagua presentemente através da duna destruída pela ondulação.

 

 

Pimenta Machado, director da APA-Norte, no final da reunião mantida na câmara, não revelou quais as medidas concretas a tomar, mas vincou a necessidade de actuar rapidamente na margem desgastada e, a médio prazo, recuperar a parte do cordão dunar interrompido, tudo dependendo de um estudo e projecto que pretendem candidatar a fundos próprios, de modo a que antes do Verão a praia das Crianças esteja normalizada.

Estas preocupações foram feitas sentir por Miguel Alves junto dos responsáveis e técnicos do Estado, de modo a garantir a segurança de pessoas, habitações, equipamentos e do próprio meio ambiente alterado pelo desgaste provocado pela ondulação violenta.

O autarca frisou que compete ao Estado assumir e realizar as intervenções necessárias na defesa da orla marítima, e que poderá contar com o apoio que o município, dentro das suas possibilidades e competências, concederá na solução destes problemas.

O C@2000 insistiu junto de Pimenta Machado para o risco que se corre na margem do rio, junto ao campo de futebol, no caso de se manterem os temporais e não haver uma actuação célere, ao que este respondeu estar empenhado em agir nos próximos dias, embora sem apontar quais os trabalhos exactos a encetar.

 

Colocação de geo-tubos em Moledo até ao Verão

Pimenta Machado a perguntas dos jornalistas, revelou ainda que a instalação de geo-tubos na praia norte de Moledo (entre o paredão e o moinho), prometida há mais de dois anos para defesa dunar, se iniciará logo que haja condições climatéricas favoráveis, garantindo que estará concluída antes da próxima época balnear.

 

Texto do semanário digital caminha2000

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:10


10 comentários

De Anónimo a 25.02.2014 às 14:01

quem veio para o municipio com esses ódios,rancores e perseguiçoes??? quem trouxe essa moda?? sou contra perseguiçoes e vinganças,mas se calhar a alguns é bem feito!!!quem semeia ventos.......blá blá blá!!!!car........lho no tempo do pita e do valdemar toda a gente progrediu,toda a gente fez a sua barraquinha,e estava tudo bem!!!vieram estes camelos com idiais de hitler ou de sadam ou mais recentemente de kadaffi ou até de bashar alssad e tudo estava mal!!e entao se um municipe nao concordasse com um indeferimento qualquer era o fin do mundo....no dia a seguir tinha um processo em tribunal!!

De Manolo a 20.02.2014 às 22:45

eu já ando a dizer isto há muitos anos!!!é preciso conhecer as pessoas!!! este joao silva é o catedrático da mentira,da vigariçe,da oportunice,é maqueavélico enfin é tudo mas tudo que a maldade pode acolher!!!voces nao querem querer!! se nao vejamos!! foi presidente do ancora praia deixou aquilo na miséria e politizou,foi para os bombeiros á tomada de posse da presidente posta por ele e julia mas nunca mais lá apareceu e nem aparece!!! e agora estive a mamar na camara e nunca fazia vida social com ninguem!! e ainda a pouco tempo me dizia um amigo de vila praia de ancora que f,,,,deu os poucos amigos que tinha em ancora inclusivamente um deles ja o tinha tentado vigarizar há muitos anos!! mas agora na camara parece que comsumou!!!enfin arruma-te de uma vez por todos cretino!!! nao és digno de olhares para quem quer que seja!!

De Ancorense a 19.02.2014 às 17:53

Mas não é que este grupo de zorros conhece o senhor em causa? Cidadão dedicadíssimo a esta nossa Vila Praia de Âncora?! Tão dedicado que com a gestão deste senhor o Âncora Praia afundou, mania das grandezas!! Quis dar o passo maior que a perna!
Conseguiu expulsar sócios do clube porque não tinham a mesma opinião que ele, na câmara pelos vistos também era assim...quem não concordava com ele vinha para a unidade de queimados,
Conseguiu fazer com que do livro de atas do Âncora Praia desaparecessem folhas......
enfim cidadão exemplar!

De Antunes a 19.02.2014 às 21:17

E o Orlando é que se f...

De Ancorense a 20.02.2014 às 19:17

Mesmo! O Orlando é talvez a maior vitima da boa contabilidade exercida por este senhor!!

De L. Esteves a 19.02.2014 às 22:12

Ainda bem que é aqui evidenciada a "unidade de queimados" promovida neste concelho pelo cidadão citado.
Pois os tempos passaram e as más práticas perduram.
A isto chama-se qualquer coisa de muito feio, nocivo, putrefato.
Ontem 18 de fevereiro perfizeram quatro meses em que o atual executivo municipal tomou posse, após legitima vontade do povo com domicílio eleitoral no concelho.
O que acontece é que todos os males perduram, independentemente de quem os tornou uma prática, uma rotina, um ato de (in)gerência, sentimento, como de uma coisa normal se trate.
Resumidamente, quatro meses volvidos sob novo executivo de diferente cor partidária/política, na CMC, entre as 9 e as 16 horas, de segunda a sexta, subiu ao palco esta semana a sena "A VINGANÇA DOS QUEIMADOS".
É caso para refletir e até visitar, pois é visível e reflete-se no serviço prestado.

De autonomo a 24.02.2014 às 15:05

Este Sr. : se é que se pode tratar assim, destrói tudo por onde passa, ele foi o Âncora Praia ele foi na Câmara tentou à primeira nos Bombeiros e não conseguiu, afastou-se por uns tempos para depois voltar à carga, ele através de outros volta a tentar fazer o que sempre quis fechar os Bombeiros de Âncora para sempre, e pelo que já ouvi dizer parece que está a conseguir, até já despediram dois bombeiros e pelos vistos a caminho de despedir mais, é um paço grande para conseguir o que ele o lavrador e a cantadeira tentaram fazer antes mas não tiveram apoio, mas agora até tem uma direcção que até foi escolhida e elegida por eles e com a conivência de gente de lá de dentro, gente essa que só está interessada no poleiro e no seus interesses pois para eles a vida está-lhes acorrer de feição

De Anónimo a 27.02.2014 às 23:40

podiam começar pela famelga que mora nós bombeiros e " trabalha" e depois passarem por despedir quem realmente faz falta!!!!!!

De um grupo de Zorros de VPA a 18.02.2014 às 16:36

(continuação)
Mas, já nos esquecíamos da zona desportiva. Não é fácil, hoje, concluir que com o dinheiro pago a mais nas Piscinas teriam e deviam ter construído essa Zona Desportiva e ainda sobrava muito dinheiro? Ou, será pedir muito a quem é, apenas, contabilista?
Mas, graças a Deus, este tão dedicado e competente braço direito da anterior presidente da Câmara, ao que parece com várias investigações em curso na Polícia Judiciária, sempre conseguiu dispensar algum tempo para se inteirar dos negócios do Centro Social.
Vejam só:
Agora, como já tem muito tempo livre, resolveu mesmo escrever no Facebook e dar a saber que o Centro Social, a associação de solidariedade social mais importante do Vale do Âncora (perdão, isto não ele disse!) recebeu cerca de 38.000 contos do Estado para construir uma piscina no parque de estacionamento do Parque Dr. Ramos Pereira.
Vejam só! Que grande oportunismo e loucura desta gente!
Então, não queriam construir uma piscina num terreno que não custava nada, terreno de borla?
Então, queriam construir uma piscina indo buscar água salgada ao mar?
Então, não queriam repor uma coisa, os “banhos quentes” que era algo que já estava no esquecimento?
Essa gente do PS (só poderia ser!) queria fazer uma piscina com uma coisa que agora designam de SPAs tirando partido da água do mar, mas aquecida, bem ao gosto, dos naturais e dos turistas.
Não é mesmo de loucos?
Mas o mais grave é que esses patifes (certamente apetecia-lhe chamar outro nome mais bonito), segundo os seus dados, até receberam, para isso, cerca de 38.000 contos.
Isto, não pode ficar assim!...
Por curiosidade, informamo-nos melhor.
Dizem-nos do Centro Social que percorreram, as atas, as folhas de débito e crédito, procuraram os extratos de todos os bancos e não encontraram a verba que o estado terá enviado para a piscina.
Pedem-nos para interceder junto do Sr. João Silva para ajudar esta instituição de solidariedade social, que tanto foi apoiada moralmente pela Câmara e Junta de Freguesia do PSD, a quem nunca concederam um único cêntimo de subsídio, a encontrar a dita verba (os tais 38.000 contos) pois, até agora, não a conseguiram.
Como não temos outro meio de o contactar pedimos-lhe daqui, por favor ao Sr. João Silva, que ajude, agora, esta instituição.
É que nos dizem do Centro Social (presume-se que de Vila Praia de Âncora) que, se a verba não aparecer, tem que dizer a toda a gente que, para além de não saber escrever, o que é manifesto pela quantidade de erros ortográficos e gramaticais que percorrem o texto que o Sr. João Silva produziu, também não sabe ler.
Mas, o mais grave, é que nos dizem que o mesmo Centro Social nunca recebeu os tais cerca de 38.000 contos e, então, esta instituição, caso o dinheiro não apareça, tem de lhe chamar, com toda a propriedade e com todas as letras: MENTIROSO!
Esperemos que tudo se esclareça.

De um grupo de Zorros de VPA a 18.02.2014 às 16:34

Por vezes encontram-se “coisas” nas tão faladas redes sociais que é obrigatório comentar, primeiro porque são afirmações graves e segundo porque são ditas em locais impróprios. Deveriam ser ditas nos locais próprios onde se debatem estes problemas, e todos nós sabemos onde são esses lugares.
Ao passar pelo Facebook encontramos os seguintes comentários que no nosso entender devem de ter uma resposta, apesar de já terem obtido algumas respostas na referida rede social.
Ora e a resposta vai neste sentido:
O Senhor João Silva é uma pessoa que respeitamos muito pela sua extraordinária capacidade de gestão e pelo seu desassombro opinativo em termos políticos.
Trata-se de uma pessoa que, para ascender a determinados lugares políticos, nunca precisou de ser eleito em nenhuma lista do PSD ou de outro partido, mas sempre foi escolhido pelas suas, inquestionáveis, competências pessoais e políticas sendo, justamente, considerado um verdadeiro exemplo.
Pena foi que o seu trabalho na Câmara, tão absorvente que era, não lhe deixava tempo para fazer comentários políticos.
É que fazem falta a Vila Praia de Âncora pessoas tão versadas e com tal apego à verdade e ao rigor.
Que pena, não termos tido o prazer de ler a sua prosa durante mais de uma década!
Quase nos apetece chorar pelo tanto que Vila Praia de Âncora perdeu!
Vejam só:
Ninguém se tinha apercebido que a abertura do rio pelos “caldeirões” poderia ser muito negativa por causa do acesso ao Campo de Jogos do Âncora, através de um passadiço que, por acaso, (mero acaso!) até nem existia na zona dos caldeirões.
Ou será que o Sr. João Silva, porque já veio para Vila Praia de Âncora quando já era grande, não sabe onde são os “caldeirões”?
Ou será que também não sabe que esta abertura foi “forçada”, não pela natureza, mas sim pelo homem, no início do século passado, e depois abandonada porque alguém pensou que poderia ter nefastas consequências, designadamente, para a agricultura?
Mas, depois, o Sr. João Silva disserta sobre o PDM, para destacar o facto deste documento de planeamento urbanístico prever a criação de uma “zona desportiva” junto à Avenida 8 de Julho – não se sabe se terá reparado que esta zona não se circunscrevia apenas à previsão da construção de um campo de futebol - mas onde se poderia construir um campo para a prática do futebol eventualmente para o Âncora-Praia.
Sabe-se, isso é certo, que se terá esquecido de dizer que a Câmara do PSD, em 12 anos de gestão, com montes de técnicos altamente qualificados, não conseguiu, sequer, fazer a revisão do PDM o mais que não fosse para retirar daquele local essa malvada “zona desportiva”.
Faltou também dizer que este clube quase desapareceu depois de, muito sabiamente, ter visto completamente politizada a sua gestão, o que terá contribuído (dizem as más línguas!) para que passasse a ter desde então, apenas, camadas jovens.
Pois, dirá o Sr. João Silva que já o estão a criticar! Não há direito!
Não compreendem a dificuldade de quem esteve 12 anos (tão pouco tempo, ele cria mais!) incumbido de apoiar e zelar a gestão primorosa das pessoas (algumas parece que não podiam falar e outras eram colocadas na Unidade de Queimados, mas isto são pormenores) e do património municipal!...
Porém, para espanto de muitos, mas não de todos os ancorenses porque muitos já abriram os olhos, o Sr. João Silva, despudoradamente, vem falar nas piscinas que são o “buraco” financeiro - não era isto que queria dizer, porque só vai custar 19.000.0000 de euros - a obra mais emblemática da Câmara gerida pelo PSD, quando se sabe que o seu antecessor deixou dinheiro para a construir sem recurso ao crédito.
Ficou por dizer, mero pormenor insignificante, que decorre uma investigação da Polícia Judiciária à construção deste equipamento e à forma primorosa de financiamento utilizado.
De permeio deixa perceber que ainda bem que o PSD tomou conta da loja.
Não é que ficamos a saber - felizmente agora - que os incompetentes do PS nem sequer conheciam a técnica das PPPs, ou seja, construir seja o que for, pagar quatro vezes mais e deixar a fatura para quem vier a seguir? São mesmo néscios!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D