Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Desde o início de 2011 que o Hotel Porta do Sol não paga a água que consome, acumulando uma dívida que ronda os 40 mil euros e que vai agora ser paga em quatro prestações. A situação já de si é insólita e fere o "Regulamento Municipal de Sistemas Públicos e Prediais de Distribuição de Água e de Drenagem de Águas Residuais: Município de Caminha", que prevê o corte por falta de pagamento.


O assunto foi submetido à apreciação do Executivo, mas de forma no mínimo estranha, senão irregular. A proposta não foi sequer distribuída aos vereadores da oposição, que tiveram de perguntar qual a quantia em causa para terem a informação mínima possível. Mas o desacerto das contas da água com o Hotel Porta do Sol é um caso "déjà vu" e quanto às dívidas acumuladas pelos anteriores donos nada há a fazer e cerca de 33 mil euros (mais eventuais juros) foram, digamos, "pelo esgoto", perante a aparente passividade do Executivo de Júlia Paula.


Este caso, alem de poder ser considerado como gestão danosa por parte do executivo camarário, promove a desigualdade e a concorrência desleal entre unidades hoteleiras. Com efeito, que dirão os gestores, por exemplo, do Hotel Meira ou da Albergaria Quim Barreiros, que pagam pontualmente as facturas que lhes são apresentadas. Que dirão os proprietários dos restaurantes e dos cafés perante esta denúncia?


Notícia retirada parcialmente do semanário digital caminha2000

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:33


11 comentários

De Lopes a 02.10.2012 às 20:57

Mas há alguma coisa leal na cãmara das julias, silvas, patrícios e companhia?
Olhem os concursos, agora vai entrar a filha da secretária da junta de Orbacém, do PSD claro. A Paulinha entra ou a mamã não aceita ser candidata. Entra pela porta do cavalo, Paula Dias, uma aquisição pluma que se pode bem exportar para o Brasil, juntamento com o badameco do Marcos e o Capuchinho Vermelho, que veio da assessoria da campanha eleitoral.

De Anónimo a 04.10.2012 às 09:56

Realmente uma câmara com tantos psicólogos nãos sei com há tanta gente lá dentro com desiquilibrios mentais. Das duas uma ou os psicólogos bão prestam ou as enfermidades são muito graves. deixo a ideia em discussão.

De Lili a 01.10.2012 às 19:12

O Humberto Domingues anda desvairado, qual barata tonta, e quer porque quer ser o nº 2, já que não consegue ser o nº 1 da lista. Acha que desta vez é que é, porque se a Júlia não quis sair da outra vez, agora o Flamiano vai sair com certeza absoluta, "convidado" por altas esferas para um cargo com direito a cama, mesa e roupa lavada.
Parece impossível a falta de memória e de vergonha do Humberto. Tudo tem um limite. Então está pronto para se unir a um grupo de malandros, onde fica a ética, bla, blá, blá
E ainda se diz por aí que a Júlia Paula ameaça ser cabeça de lista para a Assembleia, mas o Eduardo Teixeira só aceita se ela não for outra vez constituída arguída - ora isso, a ser assim, é carta fora do baralho. A condição está garantida, até a própria sabe disso, só este partido que nunca andou tanto pelas ruas da amargura ainda não percebeu que está moribundo e para renascer das cinzas vai levar ainda muito tempo.
Se a nível nacional é o caos, caldinhos como o de Caminha são mais uns tantos pregos no caixão.
O caso da água do Porta do Sol é uma gora no oceano.

De Red Baron a 01.10.2012 às 18:45

A “nossa” presidente é uma sumidade. Desde que ouviu o ministro Álvaro Santos Pereira a defender a internacionalização dos pasteis de Belém, que a ideia não lhe saia da cabeça.
Já que Caminha não é desta que vai ser cidade ou ter uma ponte internacional, que não tem qualquer industria que se veja, pelo menos sempre pode exportar para o Brasil as “Alminhas de Merda” da Cova da Onça.

De Carlos T a 01.10.2012 às 19:03

Empresas com capacidade de exportar para o Brasil só estou a ver a Câmara de Caminha, que tem muitos cromos, alguns até com sotaque. E gostam muito de viajar.
É interessante que a Júlia só faça acordos com o Brasil, foi a Rede de Culturas e agora os das "telenovelas" - perdão - já não são telenovelas é indústria!?
Dantes passeava na ponte aérea sem problemas agora anda numa azáfama a construir pretextos para a Câmara pagar viagens milionárias, enquanto por lá vai fazendo outros negócios de que falaremos um destes dias....

De Vitor a 04.10.2012 às 03:00

Que tem a Cova da Onça a ver com a questão. São pessoas que trabalham no duro. Desculpa mas o argumento foi de muito mal gosto.

De Joaquim a 01.10.2012 às 09:19

Eu cá deixava de pagar, em sinal de protesto. Se me cortassem a água ia para a frente da Cãmara com um cartaz.
Regularizava quando eu quisesse - lá para 2014, para não abusar do que o Pora do Sol.

De Lúcia Vaz a 01.10.2012 às 02:40

Fácil! Dir-lhes-ia para continuarem a apoiar a Julinha e Cª Lda.!...

De JL a 30.09.2012 às 23:22

Cambalacho - é disto que eles têm vivido estes anos todos. Por isso pediram resgare e nem as contas souberam fazer - que miseráveis.
A manta começa a ter tantos buracos que as falcatruas vêm ao de cima.
Mas não sei se será só este hotel.

De Joca a 30.09.2012 às 23:15

Estou para ver esse movimento dos comerciantes a pronunciar-se. Se ficarem calados é porque também metem a mão na massa e participam dos compadrios.
Estranho era se fosse só o Porta do Sol a ter benesses. Se calhar o dinheiro que devia ir para pagar a água, vai para a campanha eleitoral do PSD e para os comes e bebes em que eles andam sempre.
Parece impossível como é que a oposição, no executivo e na assembleia municipal, não obrigou esta cambada a mostrar as contas todas. Não era favor que faziam era a sua obrigação - senão são cúmplices, vocês todos.
Cá para mim há outros que também não pagam, ou os dos restaurantes, hotéis e afins não sabiam que o Porta do Sol tem água de graça e para - se é que paga - quando quer e nas condições que quer.
Quem serão os outros da panelinha? Quem não se sente não é filho de boa gente não é verdade?
Espero para ver o que dizem os outros comerciantes, já que parece que não se importam de pagar a derrama no máximo.

De Jacinto a 30.09.2012 às 23:01

A menos que os outros hoteleiros e comerciantes em geral também não paguem, ou paguem quando lhes dá na real gana, têm o direito de se queixar e expor o assunto às autoridades.
O regulamento foi violado, isso é claro, logo há ilícito, senão crime. E só ficamos a saber "por alto" o montante da dívida. Mas quanto serão os juros? Foi perdoada alguma coisa? Que conluío é este? Porque é que fazem as reuniões do PSD no Porta do Sol e até se fotografaram lá com o Passos Coelho?
Com esta corja não há ponto sem nó - veja-se agora o acordo com os gajos brasileiros, para justificar o rombo nos cofres da Câmara. Viajaram todos para lá e para cá à nossa custa. A Júlia Paula só arranjou um pretexto para passar mais uma temporada de férias no Rio de Janeiro, como já costuma fazer e agora chama-nos lorpas.
Esta gente gosta de fazer dos outros parvos - está mais do que na hora de os encostar à parede e de se fazer justiça. A Polícia Judiciária serve para isso, mas não adivinha.
Que moralidade há para cortar água por falta de pagamento seja a quem for, a partir de agora? É crime atrás de crime.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Setembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D