Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




presidente da Câmara de Caminha revela pelouros

por pubicodigital, em 24.10.13

É uma notícia avançada em primeira mão pela Rádio Caminha. O presidente da Câmara, Miguel Alves, acaba de distribuir os pelouros pela equipa de quatro socialistas que vai liderar os destinos do concelho nos próximos quatro anos.

Miguel Alves fica com os pelouros da Cultura e Turismo, fica ainda responsável pelos recursos humanos e relações institucionais.

Guilherme Lagido fica com a Economia, com o PDM, urbanismo, obras particulares e ambiente.

Ana São João fica responsável pela Acção Social e Educação.

A Rui Teixeira cabe a responsabilidade de liderar os pelouros das Finanças, candidaturas comunitárias, obras públicas e juventude e desporto.

 

O presidente fica responsável pelos pelouros-chave para o desenvolvimento do concelho: a cultura e o turismo.

Ana São João, que fica com a Acção Social e Educação, desenvolveu todo o seu percurso profissional na área social. Realizou actividade no Centro Distrital de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica, com sede em Vila Praia de Âncora. Passou depois para o Centro Social e Paroquial de Vilarelho, onde foi directora técnica. Foi nesta qualidade que o pároco de Vilarelho, Filipe Sá, a conheceu e sobre quem diz ser uma profissional "incansável" que deixa marca naquela instituição.

Guilherme Lagido fica com o pelouro da Economia. Fica ainda responsável pelo Plano Director Municipal, pelo urbanismo, obras particulares e ambiente. Guilherme Lagido é economista e tem desenvolvido a sua actividade profissional sobretudo em entidades públicas ligadas à agricultura, floresta e ambiente. Foi director do IFADAP e também director das áreas protegidas do Norte, que inclui o Parque Nacional da Peneda Gerês; o Parque Natural de Montesinho; o Parque Natural do Douro Internacional, o Parque Natural do Alvão e o Parque Natural do Litoral Norte. Foi nesta qualidade que Duarte Figueiredo, actual chefe de divisão no ICNF, conheceu e trabalhou com Guilherme Lagido que descreve como "um líder exemplar" que sabe motivar as pessoas com quem trabalha. "É o primeiro a chegar e o último a sair".

Rui Teixeira fica responsável pela área financeira, pelas candidaturas a fundos comunitários, obras públicas e desporto e juventude. Gestor, dirigente associativo, Rui Teixeira desempenhava, até ter sido eleito, funções como vice-presidente do CEVAL e administrador financeiro do Centro Hospitalar do Alto Minho. Foi nesta qualidade que trabalhou com Franklim Ramos, presidente do conselho de administração daquele hospital público, que esperava que Teixeira fosse o seu sucessor no cargo.

O trabalho de Rui Teixeira estendeu-se também a Lisboa, onde desempenhou funções no grupo parlamentar do Partido Socialista.

Óscar Gaspar, antigo secretário de Estado da Saúde, foi quem convidou Rui Teixeira a integrar o conselho de administração do Centro Hospitalar do Alto Minho, onde se manteve apesar da mudança de Governo. "pode fazer um execelente trabalho como autarca", diz o antigo governante, que recorda de Rui Teixa um trabalho exemplar que fez no grupo parlamentar do PS".

Ana São João, Guilherme Lagido, Rui Teixeira são os vereadores socialistas que, juntamente com o presidente, Miguel Alves, vão governar o concelho de Caminha nos próximos quatro anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:44

A cerimónia decorreu no Teatro Valadares, que se revelou insuficiente para acolher todos os que queriam assistir à tomada de posse de Miguel Alves, Luís Mourão e demais eleitos.


Quando foi chamada para assinar o termo de posse Júlia Paula foi ruidosamente vaiada por parte dos presentes, sendo a única eleita pelo PSD a receber estes mimos do público.


Entretanto no PSD aproxima-se a hora de rolarem cabeças. Júlia Paula Costa é uma carta fora do baralho e Flamiano Martins que reassumiu a presidência da Concelhia laranja, deve ser confrontado com outros projetos e outros protagonistas. Humberto Domingues parece reunir a preferência dos sociais democratas que querem substituir aqueles que comandaram os destinos do Concelho de Caminha e do PSD na ultima década.


No PS é dado como certo que será Miguel Alves a encabeçar a próxima Comissão Concelhia, que está a ser presidida interinamente, após o falecimento de Fernando Lima, pelo moledense Joaquim Guardão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:47

Através de declarações do Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Impostos e tendo em conta frequentes notícias difundidas por vários órgãos de comunicação social, temos vindo a ser alertados para a iminência de uma decisão do Governo, no âmbito do PREMAC 2013, no sentido de proceder ao encerramento de um elevado número de repartições de finanças em todos os distritos do país, nomeadamente em Viana do Castelo.

 

Os Serviços de Finanças Concelhios tem existência antiga e constituem um serviço público de proximidade dos cidadãos e das Empresas espalhados por todo o território nacional ,pelo que ,a confirmar-se este processo de encerramento, esse facto constituirá mais um rude golpe desferido contra os cidadãos, retirando-lhes esses serviços de proximidade na senda, aliás, daquilo que este governo tem vindo a fazer em diversas áreas da organização e da administração do país, tais como a justiça, a saúde, as freguesias, ou a educação.

 

Estas decisões afetarão a vida social e económica das comunidades em todo o país e afetarão de uma forma mais intensa os distritos e particularmente os concelhos do interior, mais afastados dos principais centros de decisão e que já têm sido, nestes dois últimos anos, vítimas das mais diversas e permanentes subtrações de serviços.

 

Esta situação, no atual contexto, é ainda mais grave e entendemos que não pode o governo estar a defenir um plano de extinções de repartições concelhias e de serviços distritais de finanças, a levar a cabo a curtíssimo prazo, como se depreende pelas declarações supracitadas, e esconde-lo das populações que irão ser as principais visadas e vítimas desta medida.

 

Assim, face ao exposto e ao abrigo da alínea d) do artº 156º da Constituição e nos termos do estabelecido no artº 229º do Regimento da Assembleia da República, solicito ao Governo que, por intermédio da Ministra de Estado e das Finanças me sejam prestadas as seguintes informações:

 

1.Confirma-seque, no distrito de Viana do Castelo, os concelhos de CAMINHA, MELGAÇO, PAREDES DE COURA, PONTE DA BARCA E VALENÇApoderão ver encerradas as respetivas repartições de finanças?

 

2. Quais os critérios que sustentam as propostas de encerramento desses serviços ?

 

2.1 – Tais critérios são iguais em todo o país ?

 

3. As Câmaras Municipais dos concelhos onde se situam as referidas repartições de finanças eventualmente a encerrar, estão a ser informados e ouvidos neste processo ?

 

3.1 – Caso a resposta seja negativa, em que fase do processo é que esse diálogo será estabelecido e solicitado o parecer das respetivas Autarquias sobre o encerramento da respetiva Repartição de Finanças ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:27


PS ganha a Camara de Caminha

por pubicodigital, em 03.10.13

O Partido Socialista venceu as eleições no Concelho de Caminha, derrotando o PSD ao fim de doze anos no poder (2001-2013), abrindo um novo ciclo político.


Para o PSD resta a consolação de ter mantido a maior freguesia do Concelho (Vila Praia de Âncora), onde tanto para a Camara, para a Assembleia Municipal e principalmente para a Assembleia de Freguesia, obtiveram resultados muito positivos. Com o que os sociais-democratas não contavam foi com os resultados de Moledo onde foram literalmente esmagados. No total, pouco mais de duzentos votos em todo o Concelho, cimentaram a vitória de Miguel Alves.


A fazer fé nos grandes compromissos assumidos durante a campanha eleitoral, esperamos que a tensão política dentro e fora da Camara diminua, que a conflitualidade e a perseguição ideológica, imagem de marca do anterior executivo, termine.


O desafio que deixamos aos nossos leitores é o seguinte:

Se estivesse no lugar de Miguel Alves quais seriam as primeiras medidas ou as primeiras preocupações após a tomada de posse?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:31


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D