Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O jornalista Manso Preto foi atropelado na sexta feira, dia 27 de Setembro, por um funcionário da Câmara Municipal de Caminha, ao volante de uma camioneta do município. Tudo aconteceu numa entrada lateral do pavilhão municipal de Vila Praia de Âncora, do lado das piscinas municipais, quando funcionários da Câmara e outras pessoas procediam à preparação do comício do PSD agendado para as 19 horas deste dia.


 

O incidente aconteceu cerca das 16h50. O jornalista Manso Preto tentava recolher fotografias dos trabalhos, no exterior do pavilhão, onde se encontravam várias viaturas do município. Paulo Bouças entrou para a cabine da camioneta e fez marcha-atrás repentinamente, atropelando o jornalista, que em consequência da pancada foi atirado pela ladeira abaixo, de uma altura de cerca de dez metros, tendo ficado ferido. A máquina fotográfica que utilizava ficou partida.


 

Paulo Bouças, que é cunhado do chefe de gabinete da presidente da Câmara, João Silva, e funcionário municipal, abandonou o local, entrando no pavilhão, sem socorrer a vítima. Foi uma outra pessoa, um jovem, presumivelmente outro familiar de Bouças, quem tentou socorrer o jornalista. Testemunhas no local chamaram entretanto a GNR, através do número nacional de emergência.


Os agentes lavraram o correspondente auto. No local compareceu também a mulher do chefe de gabinete e irmã de Bouças, e o próprio João Silva um pouco mais tarde.

Encontrava-se também no pavilhão o adjunto de Júlia Paula e funcionário da Câmara, Marcos Christi Fernandes.


Segundo apurámos, a manobra executada pela camioneta aconteceu num local vedado à circulação automóvel, ou seja, a viatura não podia sequer circular naquele espaço. No auto foi identificado o autor do atropelamento e as duas testemunhas.

A camioneta tinha entretanto sido retirada do local, antes da chegada dos agentes, o que não agradou à polícia. Segundo informações recolhidas, o pesado foi levado pelo funcionário do município Lauriano de Sousa, conhecido por Lano.


Não conseguimos saber em que qualidade se encontrava o autor do atropelamento no local. O funcionário em causa tem participado ativamente na campanha eleitoral do PSD. Caso esteja de férias não podia estar a conduzir viaturas do município.

Trata-se, ao que conseguimos saber, de uma camioneta de caixa aberta. A viatura tem cabine beije, identificada com o logotipo do município de Caminha e com a matrícula QP-71-34.

O jornalista não quis ser transportado para o hospital por ambulância, mas recorreu a tratamento médico mais tarde.

Segundo nos revelou, logo que possível, Manso Preto irá apresentar uma queixa por tentativa de homicídio.


Notícia retirada do semanário digital caminha2000

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D