Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Câmara de Caminha celebrou com "A Selva dos Animais Domésticos, Associação Protetora dos Animais de Caminha’"um protocolo de colaboração e cedência de instalações do Centro de Acolhimento Canil e Gatil de Caminha. O protocolo garante a recolha e o tratamento de animais abandonados no concelho e fomenta a adoção e o voluntariado.

O protocolo tem como objetivo ceder as instalações do "centro de acolhimento" em Vilarelho por um período de trinta anos, renovável, à “A Selva dos Animais”, uma vez que é pretensão do Município e da Associação em questão, garantirem a saúde pública, salvaguardando as condições do bem-estar animal na área das atribuições e competências municipais (canídeos e felídeos).

Além de ceder as instalações do equipamento, que passarão a ser geridas pela associação, a Câmara Municipal, "tendo em conta os encargos financeiros que o funcionamento de uma estrutura deste género acarreta", compromete-se a transferir 45 mil euros por ano. O município garante ainda a presença do médico veterinário municipal, a manutenção dos trabalhadores (seis funcionários, dois dos quais técnicos superiores) que já lá desempenham funções e a água.


Texto retirado parcialmente do semanário digital "O Caminhense"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:56

Em reunião extraordinária, a Assembleia de Freguesia de Vila Praia de Âncora aprovou por unanimidade as seguintes deliberações sobre a intenção do governo em extinguir os actuais agrupamentos escolares e formar um mega agrupamento:

  • O repúdio pela criação de um Mega Agrupamento no concelho de Caminha, com a consequente extinção do Agrupamento de Escolas do Vale do Âncora;
  • a interposição de uma providência cautelar contra a decisão do Ministério da Educação;
  • a criação de uma comissão de acompanhamento desta situação, composta por representantes da cada uma das forças políticas com assento na Assembleia de Freguesia.

Todas as bancadas partidárias (PSD, PS e CDU) apresentaram propostas próprias que acabaram fundidas numa só e que mereceu a concordância de todos, incluindo o executivo da Junta, liderada por Manuel Marques.

 

 

Algumas dezenas de cidadãos assistiram à Assembleia, assim como os presidentes das Juntas de Orbacem e Riba d’Âncora. Presentes também elementos da Associação de País e da direção da Ancorensis, que se congratularam com as deliberações da Assembleia.

Da direcção do agrupamento de escolas do Vale do Âncora ninguém esteve presente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:10

Inspectores da Polícia Judiciária de Braga, encarregados do caso "Caput Mini", estiveram no início da semana em Caminha, para ouvir pelo menos uma testemunha, no âmbito da investigação que tem por alvo a Câmara Municipal e a gestão de Júlia Paula.

As declarações da testemunha, Rosa Sampaio, professora universitária e antiga colaboradora da Câmara de Caminha, foram prestadas nas instalações da GNR de Caminha, na manhã da passada terça-feira.

A conversa durou toda a manhã e insere-se no âmbito da recolha de testemunhos, que a PJ de Braga iniciou há mais de um ano, em locais diversos, e que vai intercalando com outras diligências, algumas delas já noticiadas pela comunicação social. Sabe-se também que outras testemunhas foram ouvidas, por exemplo, nas instalações da GNR de Viana do Castelo e na própria sede da PJ.

Sobre a diligência de terça-feira, a antiga colaboradora da Câmara foi notificada e prestou depoimento na qualidade de testemunha, no caso da investigação "Caput Mini" e não quis revelar o teor da conversa à comunicação social "por respeito à Polícia Judiciária e para não perturbar a investigação".

Entretanto, a presidente da Câmara Júlia Paula Costa desdobra-se em contactos com a comunicação social, nomeadamente as televisões, para dar conta do seu mais recente projecto, que visa vender apartamentos e moradias a investidores brasileiros.

Noutra frente, Flamiano Martins, seu vice-presidente e candidato do PSD no próximo acto eleitoral, defende a navegabilidade do Rio Minho até Monção, para receber barcos de cruzeiro fluvial idênticos aos do Rio Douro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D