Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Assim que o novo Executivo caminhense foi empossado, deparou-se com a necessidade de decidir se apresentava candidaturas a três projectos já em carteira do mandato anterior, até ao dia 8 deste mês, data em que expirava o prazo para a sua entrega.

 Além deste prazo curto, as obras, a serem financiadas por fundos comunitários na ordem dos 80/85%, deverão estar concluídas até final de 2015.

 

Miguel Alves e a sua equipa, em reunião camarária antecipada para a passada Terça-feira (tinha sido anunciada previamente para o dia seguinte) de modo a preparar devidamente as respectivas candidaturas, deram a conhecer as razões que os levaram a optar por estes três projectos existentes em carteira desde o mandato anterior, na tentativa de evitar a perca de comparticipações de fundos comunitários.

 

A ampliação da Biblioteca Municipal de Caminha, a reabilitação do Convento de S. João d'Arga e construção de dois troços de ecovia Lanhelas-Seixas foram as apostas do executivo socialista, envolvendo verbas superiores a dois milhões de euros.

Flamiano Martins não evidenciou concordância pela prioridade dada à ampliação da Biblioteca Municipal de Caminha (a vereadora social-democrata Liliana Silva até referiu que se já havia uma ludoteca em Vila Praia de Âncora, não via razão para esta obra em Caminha), dizendo que a construção da Casa Sidónio Pais (entretanto, totalmente destruída nos decorrer dos últimos anos) deveria merecer preferência.

 

Alegou que a recuperação da Rua Direita passaria pela construção deste edifício onde nasceu Sidónio Pais, a par de considerar "bastante impactante" e "muito moderno" o projeto para a nova biblioteca. Este vereador sugeriu que se deveria discutir com a população esta opção.

Em socorro do seu colega de partido veio Mário Patrício, dizendo não compreender porque se tinha deixado de fora a Casa do Sidónio, considerada uma "peça" importante no conjunto do centro histórico - apesar de se encontrar praticamente destruída.


Texto retirado de caminha 2000

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:14


25 comentários

De zé a 23.11.2013 às 09:30

o sidónio pais é tão importante para caminha que nem vos conto. basta uma visita ao museu da presidência da república para ver que dão como adquirido que o Sr. nasceu em Coimbra. nenhuma referência é feita a Caminha, nem tampouco a qualquer equivoco ou discussão à volta do local de nascimento.

De Anónimo a 17.11.2013 às 11:13

Resposta ao De dacordo a 15.11.2013

É verdade já falamos sobre isso, também sabes que existe um projeto do cine teatro já aprovado pela câmara municipal de Caminha, que foi chumbado pela Júlia Paula, Flamiano e João Silva, por causa do PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA GERAL DOS BOMBEIROS JOSÉ LUIS PRESA.

Estas pessoas, enquanto este senhor esteve na Associação dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora chumbaram todas as possibilidades de ajuda, foi aqui que apareceu o Valadares para não dar hipótese aos bombeiros.

O Valadares foi uma retaliação de maldade, ruindade ao cine teatro dos bombeiros de Âncora.

Júlia Paula, Flamiano e João Silva arranjaram esta direção com o objetivo de serem os paus mandados deles, mas calhou mal.

Em relação ao telhado é realmente uma obra do "engenheiro bombeiro" é totalmente impossível fazer uma intervenção ao telhado do cine teatro sem arranjar primeiro as paredes mestres e as vigas secundárias.

Está na altura das pessoas """cultas""" desta terra tomarem alguma atitude em relação a este temas e há aberração que vão fazer, temos como por exemplo Álvaro Meira, Lavandeiro, Taxa, Pancada, Agostinho os próprios bombeiros e etc.

Espero que este novo executivo da Câmara não deixe fazer esta anormalidade ao cine teatro, O CINE TEATRO precisa de obras desde a raiz até ao telhado e não do Telhado até a raiz.

Acho e tenho a certeza que esta direção não tem competências, conhecimentos, moral cívica e politica para se manter neste lugar e muito menos após o comunicado que fizeram ao PS e ao Miguel Alves em relação reconstrução do cine teatro.

Esta atitude da colocação do telhado novo é mais uma provocação ao executivo do PS, é uma afronta ao Miguel Alves, é um ataque aos bombeiros para se porem contra ao PS, e uma fomentação ao odio dos ancorenses há câmara,.

Está direção está sobe o administração, chefia, controle e domínio ainda do Presidente da concelhia do PSD Flamiano.

Esta direção deve favores gigantescos, desmesurados e monstruosos ao Flamiano, João Silva e Júlia Paula.

O Presidente da Assembleia o Agostinho não tenho palavras para descrever o quanto deve a esta milícia que este no poder durante 12 anos.

Depois disto alguém pode confiar nesta direção?????????????

De Ancorense a 19.11.2013 às 20:21

há aqui alguma confusão na escrita mas a ideia está correta. Esta obra é como sempre ouvi dizer "começar a casa pelo telhado". Não sou engenheiro, nem tenho nada a ver com construção mas é lógico que para recuperar a sério é preciso começar pela raiz e neste caso é necessário recuperar para durar.
Quanto à direção desta casa, Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora, realmente merecia melhor, pois aqui está instalada uma família....e amigos, controlada por um grupo de pessoas que pouco ou nada gostam desta Associação. Estas pessoas que ninguém vê e nunca ninguém viu a dar a cara pela causa, mas que apenas a usam ou pensam usar para controlar e impedir que outros façam só porque questões de cor politica.
É pena que as pessoas que neste momento estão nesta direção não tenham a coragem de se demitir pois até à eleições sempre mostraram hostilidade em relação aos candidatos do PS em especial ao atual Presidente da Câmara, pois na Junta de Freguesia vai continuar mais do mesmo. Mas não, não serão coerentes a esse ponto, aliás agora até já todos são......Socialistas!

De Ancorense2 a 20.11.2013 às 15:03

A confusão da escrita do sr anônimo é querer dizer/escrever tudo o que vai na alma.
Uma coisa é certa os bombeiros de V. P. Âncora enquanto o José Luis Presa foi presidente da assembleia geral morrer, parou no tempo, ALGUÉM IMAGINA PORQUÊ??????

Gostei do nome milícia parece que estamos em plena guerra!!!!

Também já ouvi dizer que a direção dos bombeiros são todos PS desde pequeninhos, o presidente da assembleia geral o Agostinho já tem cartão do PS.

Para terminar sou a favor da não construção do telhado, mas sim reconstrução do cine teatro.

De Dacordo a 22.11.2013 às 19:49

Estou de acordo (!!!!) com as tuas informações Anónimo ! Devo no entanto lembrar que das pessoas que citaste apenas o Taxa , Agostinho e Pancada tem poder de decisão pois fazem parte dos órgãos directivos dos Bombeiros e partilham da "ideia" malabarista da telha ! Dos outros dois só um tem conhecimentos de construção mas não acredito que se meta nisso por tanta desconsideração lhe terem feito ...Uma informação :-porque cultos entre aspas ? ( Continuas a ter inimigos de estimação ?...

De Anónimo a 26.11.2013 às 00:09

"Sou amigo do inimigo do meu inimigo"
Geraldo Reis Monteiro Fontes

ou

"O vinho da vitória eu compartilho com meus amigos, pois ele vira vinagre na boca de meus inimigos"
Marcia E. Monteiro

ou

"Eu confio mais no meu inimigo, porque conheco o seu alvo, por isso Deus defende dos meus amigos e dos meus inimigos cuido eu"
Anselmo Person Matimbe Junior

De Anónimo a 16.11.2013 às 13:31

O lambedor do Marcos Cristi tem sucessor. Dizem que é um jotinha de Ancora.

De João a 16.11.2013 às 16:13

Discordo. Cromo como e Christina não arranjam os socialistas nem de encomenda. E por lá continua o lambedor de mãos nos bolsos como os outros inúteis que a JP e o peixeiro do João Silva lá meteram.
Ei gente, alguém sabe o quer feito do atropelados de jornalistas?

De Anónimo a 17.11.2013 às 09:02

Continua em vacances mas ja tem processo disciplinar às costas

De Dragon a 19.11.2013 às 22:51

O cunhadinho do João Silva escreveu a sentença, não há quem lhe valha.
Sugiro que contrate o Vellozo (com dois LL) para o defender, mas sem ser à custa da Câmara. Acabaram as mamas nas tetas dos advogados. Assim como assim já está habituado a perder as causas.
Hi, hi, Hi.....

De Sousa a 20.11.2013 às 21:38

Já são do conhecimento público reuniões internas na CM onde se põe em cima da mesa cabeças.
Destas cabeças, alegadamente por imposição da troika, dado o estado de resgate deste País, vamos esperar para ver.
É notório o excesso de pessoal.
Esperam-se critérios sérios e transparentes.
Sem comunicação com o pessoal, não se revela a transparência nem se criam laços de confiança.
Parece estar a ser criado, intencionalmente, ou não, um ambiente de distanciamento. Isto não é bom para os autarcas nem para o funcionamento. Já é notado no atendimento e relação com o público.
As chefias, parecem andar, mas não andam.
Não esperamos vir a ser vitimas de diminuição da qualidade dos serviços prestados pelo município.
São sucessivas as campanhas contra o pessoal do município, junto da classe política e pseudo política, por razões políticas, de vingança, de interesses pessoais e de grupo, de classes profissionais, entre outras. Discordo.
Em tempos de crise, são fortíssimas as pressões juntos dos recém empossados e dos seus acólitos, para "embaralhar e dar de novo" e para "tudo tentar mudar para que tudo fique na mesma", pois "enquanto o pau vai e vem"...
Não tendo que dizer ao político, diz-se mal dos funcionários e dos serviços, porque agora é que vai ser... Pelo menos até aqui foi acolhido com sucesso.
A sociedade Portuguesa em geral e desta terra em particular, está assim dividida por culpa de alguém.
Os que não têm emprego contra os que o têm.
Os PS´s desde 29 de setembro contra os admitidos no mandato da Dra. Júlia Paula.
Os novo contra os velhos e vice-versa.
Os que não têm trabalho mas queriam estar na CMC.
Os que têm trabalho mas queriam estar na CMC.
Os que dizem mal, mas são silenciados por um contrato de prestação de serviços a ganhar várias vezes o vencimento de um funcionário.
Os que quando não dizem mal do político, dado o estado de graça, dizem-no de outrem.
Os que são sempre contra, etc.
Espera-se bom senso da parte de todos.
Espera-se que o "poder" não esbata os princípios e os ideais do socialismo democrático.

De Novo a 20.11.2013 às 21:58

Durante a preparação das listas pelo João de agora, pois isto na CMC o reinado pertence sempre a João, durante a pré campanha e durante a dita, o pessoal ao serviço do município foi sempre tema nos termos "PESSOAL A MAIS". Os candidatos e agora autarcas - "iam ver isso".
Embora o "pessoal a mais", este pequeno concelho foi surpreendido com a abordagem em reunião de Câmara pelos vereadores PSD, relativamente a secretárias da vereação e apoio à presidência vindos do exterior dos serviços municipais. Pelos vistos pessoal de confiança.
Das três uma.
O pessoal que já lá se encontrava, não é de confiar?
O pessoal que já lá se encontrava, é "pessoal a mais" ou "pessoal a menos"?
A fartura financeira é tal a ponto de mais este aumento de despesa?
Para quem não quer ser iguais a tantos outros...

De Merdeiro a 15.11.2013 às 18:04

Antes das grandes obras temos que aumentar o salário do pessoal ! O Paulo Marinho só ganha três mil euros por mês !

De Águia a 16.11.2013 às 16:09

Meu caro esta desactualizado - faltam os mais de dois mil eiróses fundo de maneio!!!!

De Anónimo a 14.11.2013 às 22:04

Este não é tema que está a ser debatido, mas acho bastante pertinente falar dele, que é a colocação do novo telhado do cine teatro dos bombeiros de Âncora.

Vai ser a maior asneira que irão fazer, o cine teatro necessita de obras de fundo e não de um telhado, por exemplo as paredes mestres estão completamente rachadas e podres. Vão gastar dinheiro 2 vezes.

O novo executivo camarário do PS tem que fazer uma candidatura a reconstrução do cine teatro, penso que até existe um projecto já aprovado pelos serviços de obras da câmara.

A COLOCAÇÃO DO TELHADO VAI SER UM REMENDO SEM PÉS NEM CABEÇA, O CINE TEATRO, A POPULAÇÃO DE VILA PRAIA DE ÂNCORA MERECE SER MAIS BEM TRATADO PELOS EXECUTIVOS CONSECUTIVOS DE CÂMARA DE CAMINHA.

em relação há direção dos bombeiros tenham juizo, não estejam a enganar a população, os bombeiros, os sócios, qualquer obra que seja feita no cine teatro será sempre para valores superiores a 200 mil euros no mínimo.

Esta direção tem que arranjar um parceiro para construção e manutenção do cine teatro dos bombeiros de Âncora.

O PSD perdeu votos em Vila Praia de Âncora por causa destas indecisões e muitas outras do gênero. E o PS perde nas próxima se não tiver coragem de mudar as políticas em Âncora.

É só ver estes 3 últimos projectos que foram a candidatura nenhum é do vale do Âncora.

ACORDEM BOMBEIROS,ACORDEM SÓCIOS BOMBEIROS,ACORDEM POPULAÇÃO DE VILA PRAIA DE ÂNCORA é uma obrigação da câmara a reconstrução do cine teatro.

De dacordo a 15.11.2013 às 13:58

Certíssimo sr Anónimo " !!!( Eu creio que já falei consigo sobre este tema ...) Os problemas do cine teatro não se resolvem com um telhado ! A solução só pode ser através de uma intervenção de fundo baseada num projecto !!! O telhado que propõem esta baseado no projecto ou será "obra" do bombeiro "engenheiro" ????? Com uma direcção destas só pode sair ...porcaria ! Esta ideia de uma telha deve ter vindo da antiga presidente para ,assim, ludibriar os patos votantes ! Alias o executivo anterior ,da dr Júlia , nunca quis apoiar uma candidatura com apoio a fundo perdido de 80% (!!!!) . A Câmara apenas teria de garantir 20% , já que os bombeiros não teria possibilidades de dispor desse valor !! Preferiu a Dona Júlia Paula gastar esse valor numa miniatura ( O Valadares ) ... e os patos de Ancora engoliram tudo ! Espero que a actual Câmara aconselhe a actual direcção no bom sentido ! Por fim devo informar que o telhado foi reparado há pouco tempo ! Querem tapar o céu com a peneira ...

De JAfosteis a 14.11.2013 às 16:13

O que se passa é que o senhor pensava que era tudo autoestrada...

Podeis ter a certeza que se ele tem seguido as instruções tecnicas do manual de procedimentos ainda hoje cá estáveins...

Informai e dizei o que pensais....

Um bem haja meus amigos.... E até uma próxima oportunidade...

4 ANOS PASSAM NUM INSTANTE....

De Dragon a 14.11.2013 às 11:32

Se queriam tanto a casa do fascista porque não a fizeram? Para estes três tristes derrotados a cultura não existe, para que. Queriam uma homenagem à ditadura.
São uns ridículos que não sabem o que dizem, agora que perderam a chefa, que por sinal anda desaparecida, com medo que alguém lhe mande mais do que uns assobios e piropos. Vão dar banho aos bacorinhos que andaram a oferecer por aí, que já devem estar grandinhos e a cheirar a esterco.

De azert a 11.11.2013 às 22:19

Então a peixeirinha acha que uma ludoteca em Âncora chega e sobra!!!!!!!!!! E era isto que iria ser o braço direito do Flamiano (se ganhasse).

De Lanis a 13.11.2013 às 22:46

O que se pouparia com esta vereadora.
Já tínhamos de tudo.
Não faltava nada.
Certamente iríamos ficar pela compra de algumas cadeiras, algumas mesas para mudar de um sítio para o outro e atrás da mudança ia(m) um(s) ou outro(s) funcionário(s) que constaria(m) da famigerada lista de "queimados" elaborada metodicamente e com sentido democrático e de justiça.
Para legalizar as mudanças denominadas de "mobilidade interna" iriam alterar mais uma vez o organigrama dos serviços do município?
Iria ser isto?
Afinal porque se candidatou ou candidataram?
Teria sido o candidato a Presidente F. Martins que elaborou a lista dos seus vereadores?
Foi o mérito e a vida dos escolhidos que pautaram as selecção?
O PSD Caminha é isto e só isto?
Vale a pena pensar nisto, pois daqui a 3 anos estamos de novo perante tudo isto.
Boas escolhas do pessoal político urgem.

De Luciana a 14.11.2013 às 11:29

Bem dito caro senhor. A filha do João Silva tem uma fala ensarilhada como a do pai, inimiga da clareza e da verdade, e os modos da peixeira materna. Leva para as reuniões os recados lá de casa, é uma moça de recados da família que não se conforma em ter a filha desempregada por não ficar a mamar como vereadora por causa do valente chuto no fundo das costa que levou, ela e a comandita de comedores, chefiados pela fadista Júlia Paula, que agora anda a tirar um curso de formação e formadores em Viana.
Melhor fora aprender boas maneiras e podia levar os amigos desocupados com ela.
No tempo em que ia às reuniões de cãmara substituir os colegas laranjas, como o que falsificou documentos do Patrício, a Lili não abria bico, pelo menos nunca a vi citada no jornal. Ganhava a senhinha de presença e estava tudo.
Caiu tudo de podre e não lhes valeu as revistas nem o pasquim da Cepa, que agora lambe botas ao novo presidente para garantir a sobrevivência do jornaleco. É uma vergonha.

De Red Baron a 11.11.2013 às 22:13

Não compreendo esta fixação por Sidónio Pais, tanto mais que nem sequer é inequívoco que tenha nascido em Caminha. Há historiadores que dão Coimbra como local provável do seu nascimento e é certo que ao longo da sua vida nunca deu qualquer importância a Caminha ou qualquer contribuição à vida dos Caminhenses. Como presidente da República assinou a Concordata com a Santa Sé, mas as negociações já vinham dos seus antecessores. Como obra-prima do seu consolado, suspendeu e alterou por decreto artigos fundamentais da Constituição de 1911, governando de forma ditatorial até ser assassinado.

De Eloi a 12.11.2013 às 17:57

Então está tudo dito.
A ditadura, os ditadores e a cidadania daqueles que por terem perdido as eleições também perderam as responsabilidades.
Ser vereador sem pelouro, por um partido que não alcançou o número de votos suficientes, não quer dizer que agora seja só discordar, deitar abaixo e cumprir ordens lá de casa ou doutros.
Também fostes eleitos e as pessoas estão atentas ao vosso desempenho.
Não é com a conduta esperada e confirmada logo na primeira reunião de câmara que ides obter apoio de alguém.
Vereador eleito não é só ser vereador da oposição.
Se vereador da oposição dá muito mas muito trabalho sério e competente. Não chega trazer o recado, votar contra e ir jantar com a família, para que esta lhe diga - É assim mesmo! Eles vão ver como é!

De Anónimo a 13.11.2013 às 14:01

A unica coisa de bom que fez o Sidónio Pais pelo país foi deixar que lhe dessem um tiro.

De Merdeiro a 11.11.2013 às 15:46

Recuperar a casa de um nazi será criar um hino aos fascistas ...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D