Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Na última reunião do executivo caminhense, a maioria do PSD apresentou uma proposta de apoio a famílias carenciadas que podem incluir, entre outros, o pagamento de dívidas bancárias vencidas, rendas de casa, despesas de saúde, despesas de gás, eletricidade, etc.

A oposições do PS levantou dúvidas sobre a legalidade da proposta pela natureza das despesas que pretende apoiar e decidiu votar contra, tanto mais que o regulamento que irá definir objectivamente as regras do programa ainda não está elaborado.

Esta proposta será mais um cheque em branco e ao portador ou, por outras palavras, um programa ferido de falta de transparência e de duvidosa legalidade, em que o executivo da Câmara se vai meter, fazendo tabua rasa dos ensinamentos do caso ACIVAC ocorrido há meia dúzia de anos e que o Tribunal sancionou, obrigado a presidente e os vereadores que tinham votado favoravelmente, a repor do seu bolso o dinheiro concedido a esta associação empresarial.

Por outro lado, a um ano de eleições autárquicas, este programa pode ser facciosamente manipulado para a “compra” de favores eleitorais, por parte daqueles que são acusados de forma recorrente, de comprar votos à custa de cestos de mercearia e folhas de bacalhau.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00


10 comentários

De Joca a 18.10.2012 às 10:38

Parece que a Júlia Paula está outra vez de férias. Ontem voltou a faltar à reunião do executivo e o mais interessante é que ninguém dá uma explicação para esta reiterada ausência. Será que já está a preparar a fuga?

De Carla a 20.10.2012 às 02:10

Foi para Bruxelas! Tantas vezes sai e nós pagamos que, um destes dias, nunca mais volta a Portugal! Adivinhem porquê! kas kas kas kas

De Edu a 17.10.2012 às 10:17

É o reino da trapalhada. Vamos ver se a senhora presidente se digna a aparecer hoje na câmara, dia de reunião. É que há mais de uma semana que não põe lá os pés.
Para mim, quem ganha um salário, ainda mais num serviço público que é pago por todos nós, e não trabalha ROUBA.

De Mila a 13.10.2012 às 17:00

A Júlia e o Flamiano até tropeçam neles próprios, na ânsia de mostrar serviço que não existe.
É a câmara da trapalhada. Também estão bem rodeados: uns melhores que os outros, é o João Silva a cuidar da vidinha e a encher os bolsos, é o Domingos Lopes a fazer o mesmo e a dar graças ao partido por lhe arranjar este emprego quando o ex-sogro lhe deu com os pés, é o asno do Marcos Fernandes a provar que quem sai aos seus não degenera.
Queriam o quê: desvario total, ilegalidades atrás de ilegalidades, umas para encobrir as outras e o lixo a chegar à tona da água.
Agora querem atirar migalhas aos pobres que ajudaram a fazer, eles e o governo do aldrabão do Passos Coelho. Deviam ter apoiado a criação de postos de trabalho e não se ficar pelos tachos para os amigalhaços.
As migalhas ainda lhes podem vir a fazer falta quando estiverem no sítio onde os tribunais acabarão por os colocar, mesmo que tarde. Tarde é o que nunca chega e estes já vão a caminho...

De Tiago a 13.10.2012 às 10:31

Bela foto da quadrilha. E, ou muito me engano é tirada naquele hotel famoso de Caminha que está dispensado de pagar a água.
A continha é muito mais alta do que a "ajuda" que a Câmara quer agora dar aos carenciados. Quanta hipocrisia.

De Joaquim a 12.10.2012 às 11:39

Eles têm comprado os votos a distribuir cabazes de esmolas. As famílias já perceberam que não é isso, de quatro em quatro anos, que adianta.
São exploradores da miséria.
É olhar para os outros concelhos ao lado. Estamos entre Viana e Vila Nova de Cerveira, ambos pujantes, ambos com vida, ambos desenvolvidos. EM nenhum dos dois anda a Polícia Judiciária a investigar as respectivas Câmaras - porque será que tudo de mau acontece só em Caminha, aqui é o desgoverno e os sacos laranja a ditar tudo.
Havemos de falar de um tal senhor que trata há muitos anos do PDM e do que ele cobra e para quem.....
Agora a arte de enganar está gasta. Andam, 11 anos depois de estarem na Câmara, a "lavar a cara" ao Mercado de Vila Praia de Âncora, para esconder para debaixo do tapete as mazelas e o desprezo a que têm votado os âncorenses. Nós percebemos, somos gente honrada e não gostamos que nos chamem parvos.

De Carlos C. a 12.10.2012 às 10:06

A foto que ilustra o texto é sintomática. O trio é conhecido pelas trafulhices e por fazer tudo sem pensar em todas as consequências, movido pelos interesses e pela voracidade de agradar. Só falta o Relvas para completar a foto, mas não é por acaso que ele é o fiel companheiro da d. Júlia Paula, nas negociatas com o Brasil. Depois da inauguração do hotel, mano a mano, lá estiveram eles na festança da Câmara Portuguesa do Rio de Janeiro.
Depois de toda a polémica, ainda não sabemos realmente a quem é que a Cãmara com o nosso dinheiro ofereceu viagens turísticas. O sonso do Paulinho da viola só disse as presumíveis funções dos felizardos, mas não disse os nomes, mas se poder tirar a coisa a limpo.
Ah! estamos todos expectantes com os investimentos brasileiros em Caminha.
Como o Governo quer despedir os funcionários públicos, a Júlia/Flamiano podiam dar uma ajuda ao amigo Passos e mandar para o Brasil alguns cromos, das centenas que a câmara emprega - era um sinal de boa vontade e solidariedade para com os Passos e o Relvas, ou será que lhe vão virar as costas, como fez a candidata do PSD Açores.
Passos/Relvas/Júlia/Flamiano: Vá de retro Satanás....

De Torcato a 11.10.2012 às 18:57

O povo precisa de emprego não de esmolas. Agora é tarde para tapar o sol com a peneira. Depois de andar a viajar por todo o mundo à custa da Câmara, de pagar viagens aos amigalhaços e de pôr os cofres municipais na falência ainda vêm tentar enganar os incautos e fazer pouco dos pobres.
Mas - além disto tudo - nem capazes são de fazer as coisas dentro da lei. A pressa é tanta para mostrar serviço que nem o regulamento fizeram. Cambada de incompetentes, que nem mentir sabem. São uns desgraçados e já estão a fazer planos para o caso do Zé das Vacas perder a Câmara (coisa mais do que provável para o arguido). Então diz-se que há um punhado de incompetentes, desde os Marinho, Lopes, Angelina, Teresa Leão e uns tantos de "confiança" que transitam para a Câmara de Barcelos. Isto claro, se o mano Marinho ganhar lá, o que não está provado e com o PSD dividido a nível local e odiado no país pelo descalabro governativo nem é provável.
Só não sei que o idiota do Flamiano percebeu que, para ele, está reservado um chuto no fim das costas. Ele vai pagar as favas quase todas pois continua a assinar tudo, mesmo o que lhe metem à frente dos olhos nos corredores - não aprende. Também, onde não há não se pode tirar!

De João a 11.10.2012 às 18:27

A Júlia fadista e o palhaço do Flaminano são artistas do malabarismo. Os carros onde eles andam, à nossa custa, são mais caros do que os miseráveis 30 mil euros com que agora querem comprar os mais pobres. É desumano, é preciso não ter mesmo vergonha.

De Zorro a 11.10.2012 às 17:18

Ninguem melhor que o Manuel Marques para provedor das sacas de mercearia e das folhas de bacalhau.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D