Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



João Maria Pereira, afastado dos cargos políticos, nomeadamente da qualidade de vereador substituto do PSD, na sequência de um escândalo que ligava o seu nome à falsificação de documentos camarários, acaba de ser formalmente acusado pelo Ministério Público de Caminha e vai ser julgado por suspeita da prática dos crimes de falsificação e documentos e abuso de confiança.


O assunto foi despoletado pelos vereadores socialistas, na reunião do Executivo de 24 de Agosto de 2011. Jorge Miranda relatou, na reunião do Executivo, factos apurados na sequência do contacto estabelecido por um cidadão, que se considerou lesado e procurou a então vereadora do PS, Teresa Guerreiro. O vereador considerou também que o então adjunto de Júlia Paula, João Silva, tinha conhecimento do assunto e teria mesmo dito ao lesado "que já anteriormente, em outros processos de obras naquela Edilidade, o suposto técnico havia falsificado documentos". Jorge Miranda disse na altura que, perante a gravidade do assunto, João Silva deveria ser alvo de um processo de averiguações.

 

Júlia Paula irritou-se, defendeu o adjunto e respondeu que tinha dado instruções para a abertura do processo de averiguações logo que o adjunto a informou da queixa do cidadão. Adiantou que o caso seria comunicado ao Ministério Público se houvesse razão para tal.

 

A referida participação aconteceu e o Ministério Público acabou agora por acusar o ex-político social-democrata, que entretanto abandonou os cargos que exercia, incluindo os de natureza associativa.

 

Com efeito e na sequência do escândalo, João Pereira renunciou ao cargo de presidente da Casa do Povo de Lanhelas e perdeu também o lugar de secretário da Assembleia Geral do Lanhelas Futebol Clube, uma vez que lhe foi retirada a "confiança institucional".

 

Conforme recordamos, João Maria Pereira, era vereador substituto na Câmara de Caminha e exerceu essas funções em várias reuniões, mas há uma que vai ser recordada ainda por muito tempo, até porque o caso se encontra em tribunal, em fase de recurso, embora a Câmara já tenha sido derrotada pelo Tribunal de Braga.

 

Em causa está a polémica reunião de 22 de Dezembro de 2008 e o afastamento compulsivo e quase físico do vereador José Bento Chão, impedido de votar o Plano e o Orçamento e um empréstimo. O semanário Expresso colocou em título que, em Caminha, só vota quem gosta da presidente e  contou a história de uma das reuniões mais extravagantes de que há memória.

 

Seguimos o assunto e também noticiámos a derrota da Câmara neste caso, em que o tribunal considerou ilegal o episódio.

 

Paulo Pereira apresentou um requerimento impedindo o antigo vice-presidente Bento Chão (demitido desse cargo a 23/6/08) de participar e votar a proposta contendo as Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2009. Argumento: não gostava da presidente. Flamiano Martins aceitou o requerimento e mandou substituir o vereador convidando João Maria Pereira (sentado na assistência).

 

O senhor presidente em exercício era Flamiano Martins, que já levava consigo um despacho escrito de aceitação do requerimento lido no momento por Paulo Pereira.

 

Os vereadores socialistas presentes não queriam acreditar no que estava a acontecer e Amílcar Lousa disse que esperava que o cidadão João Maria Pereira "tivesse a hombridade suficiente para dizer que não e para não alinhar nesta situação". Mas não teve e praticamente empurrou Bento Chão da cadeira.

 

Noutra proposta, para contracção de empréstimos de curto, médio e longo prazos a situação repetiu-se e os socialistas abandonaram a reunião. Antes, Amílcar Lousa já tinha classificado a situação como "incrível e surrealista".

 

Na reunião estavam também Celeste Taxa, em substituição de Júlia Paula. A reunião, aliás, acabou por ficar incompleta e terminar por falta de quórum, numa trapalhada de entra e sai e protesta de que não há memória.

 

Mas José Maria Pereira não era apenas vereador substituto, era também deputado municipal efectivo da Assembleia Municipal (representante oficial deste órgão autárquico na comissão de acompanhamento da revisão do Plano Director Municipal de Caminha), membro da Comissão Política Concelhia do PSD e indigitado como seu representante na Distrital de Viana do Castelo deste partido.

 

As falsificações em causa dizem respeito pelo menos a dois documentos. A confirmar-se, João Maria Pereira falsificou a assinatura do colega vereador do PSD Mário Patrício e enganou o cliente.

 

Outra polémica protagonizada pelo dirigente do PSD local tem a ver com o título académico. João Maria Pereira apresentava-se como engenheiro, ao que tudo indica abusivamente, pois não terá completado a formação académica.


Texto retirado parcialmente do caminha2000

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:13


41 comentários

De Antónia a 01.10.2013 às 14:43

Adoro esta fotografia!! Vou recortá-la e colocar no móvel lá de casa. UPS!! já não está atualizada!! Que pena!!! Por favor deixem-na na Câmara para que a nova vereadora do PS (Ana São João) possa ainda olhar para a cara do Paulo Pereira e dizer: Querias não querias? Tramaste-te, passei para o outro lado! Ah!Ah! Tanto me defendeste e agora fico com o teu lugar!!!! Toma lá!!

De anonimato a 28.09.2013 às 16:41

Pois é triste as coisas que acontecem durante a campanha eleitoral ( atropelamentos; rasgar cartazes; insultos; mentiras; difamações....) emfim, uma panóplia infindavel de acontecimentos indesejáveis por parte de pessoas que em vez de se unirem em prol do nosso Concelho e da nossa População neste momento de dificuldade que atravessamos e com tendências para piorar!!!
Pois meus Senhores e minhas Senhoras é hora de trabalharmos todos para defender a mesma causa e não de destruirem quem quer trabalhar neste Concelho de CAMINHA, que engloba diversas Freguesias, onde das quais a que tem maior numero de eleitores é a de VILA PRAIA de ÂNCORA, quem quer promover melhores condições de vida aos habitantes deste Concelho, fazer com que exista mais empresas para fornecer postos de trabalho á população! Pois é uma vergonha para este executivo e por outro lado um orgulho para as pessoas que lá trabalham, onde um Concelho como este a maior empresa que garante trabalho seja uma Padaria, a CAMIPÂO!!!

De Fácil a 28.09.2013 às 12:50

O pá, se foi tentativa de homicídio... chamem a GREENPEACE!

De Justiça a 28.09.2013 às 11:40

Então o Manso Preto quer denegrir a imagem da Camara Municipal a 1 dia de eleições??? É tipico desta gente!! Já toda a gente estava à espera disto! Não sabia é que teria coragem para tanto!! Tentativa de homicídio! Hospital! Pois bem, fiquem sabendo que lá estavam muitas testemunhas dentro do dito pavilhão e viram a cena triste! Foi tudo um embuste, montado com propósito!
O Paulo fez marcha atrás e o Sr. Manso Preto atirou-se para o chão /relva (em local mais macio, não se fosse magoar mesmo) e rolou pelo desnível da relva (mais uma vez em segurança). O rapaz estacionou porque não ouviu embate nenhum e quando saiu deparou-se com este aparato. Foi chamada a GNR pelo sr. Manso Preto que autuou o rapaz por não poder usar o espaço com veiculos e chamado o INEM, ao que o Sr. Manso Preto negou por se encontrar bem. Posteriormente, quando a GNR foi embora, andou de máquina em punho a tirar fotos diretas ao rapaz, a intimidá-lo. O Rapaz nem estava nele, incrédulo com toda esta confusão.
Não sabe o Sr. Manso Preto que estava muita gente a ver lá de cima das janelas esta triste cena, que ninguém quis acreditar neste desfecho.
Agora vem publicar, e aproveitar-se da sua facilidade de jornalista para difamar este rapaz. Pois bem! O rapaz pode colocar uma queixa contra si por calúnia, injúria e difamação! E todas as testemunhas que lá estavam irão confirmar isso mesmo.
Foi a cena mais desconcertada que vi até hoje! Nem quero acreditar na facilidade que estas pessoas tem em querer causar danos aos outros.
O Sr. merece prisão!

De Justiceiro a 28.09.2013 às 12:15

Bem montada a sua defesa ,sr.(?) Justiça !! Alguem pode acreditar que um homem de 200 (?) kilos ,com aquela idade , se atirasse por uma rebanceira ? Claro que os tribunais vão fazer-lhe a folha ao funcionário da Câmara !Ou tem dúvidas ! Talvez seja melhor alegar "tentativa de suicidio" do jornalista ! Lol ,lol.lol !!!! Todos sabemos que o jornalista é muito "inconveniente"...e pessoa não grata pelos lados da Câmara .Mas o que aconteceu será resolvido pela justiça ( a verdadeira ! ) .Seria melhor não se manifestarem muito ...acho eu , para não prejudicarem o "rapaz". Pessa para limparem o que escreveu ivitando assim a chacota ...

De JL a 28.09.2013 às 15:58

O "rapaz" será que é aquele gajo corpulento com cara de segurança de discoteca chunga?
O irmão da Odete, aquele que andava na "passa" e que a mulher pôs a correr por não ter queda para o trabalho?
E falam de quais janelas? Que eu saiba ali nem casas há, só se for o telhado daquelas piscinas da parceria público privada.
Então andam a inventar testemunhas, nem se esperava menos, vão por aí vão.

De Maninha a 28.09.2013 às 16:03

O ODETE BOUÇAS SILVA és inconfundível.
Esta de te dar para escrever nos blogues é de cair para o lado a rir. Vai preparando a bolsa que deste vez o maninho foi longe de mais.

De Chalaça a 28.09.2013 às 16:10

Aos criminosos que já conhecemos faltava o crime de tentativa de homicídio. Ora aí está, fizeram o pleno.
Parabéns!

De Amelia Cunha a 28.09.2013 às 23:30

Então se estavam pessoas dentro do Pavilhão , como diz, como conseguiram ver em pormenor o que se passou lá fora? Agora querem dar o dito pelo não dito mas a GNR devia ter tomado conta do assuno, não se espera outra coisa. Pessoas nas janelas? Outra mentira, onde há ali casas, só quem não conhece o local. E porque o Bouças não ajudou o jornalista? Sabem que isso é crime? E as carrinhas e os funcionários da Câmara, que estavam ali a fazer? E o Bouças de férias a conduzir uma carrinha da Câmara? Isso não dá direito a nada? Esta gente viu o mal que fez, pensam que se meteram com pessoas inexperientes ou com medo, e agora esquecem-se que isto vai mudar. E começa já este domigo. O Miguel o que tem de fazer, logo a seguir à posse, é uma AUDITORIA! A quela gente vai fugir como ratos ...

De Maria J A a 27.09.2013 às 19:21

Como votante habitual do Psd tenho que dizer que não me revejo nestes candidatos e que nos ultimos anos fiquei muito desiludida com o comportamento da Júlia Paula e do Flamiano, que perderam completamente a cabeça. Vamos perder a Camara por culpa destes dois e principalmente por apoiarem e darem cobertura ao João Silva o maior culpado pelo clima de intimidação, perseguição e pela falta de olhos no futuro.
Culpa também para todos os sociais democratas que não souberam dizer basta e escolher outros candidatos descomprometidos com as confusões e os casos de polícia em que estes senhores estão envolvidos e que nos envergonham a todos.
Não irei votar no Miguel Alves, nem no Celestino Ribeiro, embora ambos me mereçam simpatia. Digo-o com tristeza não também não irei votar nas listas do Psd para a Câmara e para a Assembleia. Desta vez votarei em branco.

De lokmer a 27.09.2013 às 18:11

As forças da natureza (das pessoas) são muito mais violentas no Vale do Âncora que no Vale do Coura e Minho. Em Caminha os cartazes do Miguel estão inclinados mas intactos, exceto um ou outro de fuga ao “nónó” e ao manobrador de máquinas especiais, muito silva, resistindo às forças da natureza, mau grado a vontade de alguns. Em Vila Praia de Âncora (os) as “silvas” na sua máxima pujança aproximam-se dos cartazes, pela calada da noite, e acabam por rasgá-los.
É uma tristeza ver tanta intolerância. Tanto ódio naqueles que nos governam e se governam. Por tudo isso tenho de votar útil. Pela Nossa Terra, para nos devolverem a nossa terra e alguma tranquilidade.

De Lurdes a 27.09.2013 às 11:54

ELES JÁ PERDERAM AS ELEIÇÕES E, O QUE É MELHOR, JÁ SABEM DISSO!
O POVO MOSTROU ONTEM O CARTÃO VERMELHO – EXPULSOS – VIVA A DEMOCRACIA E A LIBERDADE

De Viriato a 27.09.2013 às 11:14

O comício do PSD no Terreiro foi uma tristeza. Eu estive lá e vi, fracassaram por completo, nem eu podia imaginar.
Vejam as fotos deles nas páginas do Facebook do homem dos porcos e dos funcionários da Câmara, é conversa para boi dormir. Esses funcionários políticos são uns tristes.
Vejam bem:
Sempre do mesmo ângulo, sempre a mostrar o palco (que esse camião TIR era imponente, mas o camião não vota), sempre a ver-se um espaço pequeno em frente do palco.
NÃO HÀ UMA FOTO OU UMA IMAGEM A VER-SE A PRAÇA: PORQUE ESTAVA VAZIA.
Abram os olhos! a ditadura acabou.

De Independente pois claro a 27.09.2013 às 01:22

Dei uma voltinha no Facebook dos boys e girls da Câmara, maioritariamente os dos concursos com prognósticos.
A pressa de enganar o povo foi brutal. O camião TIR que serviu de palco era muito bom, isso comprou o dinheiro.
Mas não enganam ninguém, o Terreiro estava muito aquém dos comícios socialistas. Fotos todas próximas do palco, estratégicas, logro. Não há uma abrangente, porque será?
Eu respondo:
Porque foi um fracasso. Eu também lá estive e gostei do que vi. Mostrem mais fotos para provar o contrário do que eu digo - deixo aqui o desafio.
Acabou a canalhice. Aproveitem a boleia, metam-se todos no TIR e vão para longe, pode ser para a terra da Júlia Paula.
Tás tramado ó transportador de porcos - ainda se os tivesses comprado com o teu dinheiro, mas não, porque tu quando não te ris és muito sério!


De Luzia a 27.09.2013 às 00:57

Ainda bem que sexta-feira à noite vai chover. Assim o PSD poupa mais uma humilhação e já não tem que andar a angariar lacaios para encher a Praça da República, porque a avaliar pelo Terreiro não têm gente nem para 1/3 do PS.
Ah,
E continuem a vandalizar cartazes. Assim quem aidna não tiver percebido fica sem dúvidas e sabe quem são os vândalos, arruaceiros e criminosos.

Comentar post


Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D